Fusion vs. Camry vs. Passat: competição intercontinental

Best Cars Web Site

Comparativo Completo

Competição intercontinental

As indústrias alemã, japonesa e norte-americana opõem seus sedãs executivos — e uma delas começa em vantagem em preço

Texto e fotos: Fabrício Samahá

Ford Fusion SEL V6 3,0 24V
4,84 m 243 cv R$ 103.900*

Toyota Camry XLE V6 3,5 24V
4,81 m 284 cv R$ 154.700*

Volkswagen Passat Comfortline 2,0 TSI 16V
4,76 m 200 cv R$ 129.840*

* Preços sugeridos para os carros avaliados, com possíveis opcionais

América, Ásia ou Europa, quem faz o melhor carro do segmento executivo? É uma boa dúvida agora que o Ford Fusion — representante dos Estados Unidos na classe, embora seja fabricado no México — foi remodelado e passou a contar com versão de seis cilindros no mercado brasileiro.

Ao não ser penalizado pela alíquota de 35% do Imposto de Importação, por conta do acordo comercial entre Brasil e México, o Fusion nos chega a um preço que torna difícil encontrar um concorrente direto na mesma faixa de valor. Com exceção do sul-coreano Hyundai Azera (cujo importador não respondeu a nossos pedidos de carros para avaliação), carros de porte e potência similares aos dele custam bem mais. Assim, o objetivo foi buscar adversários tão próximos do Ford quanto possível nos “quatro Ps” considerados em nossos comparativos.

Chegamos ao Toyota Camry, um legítimo japonês desenhado com foco no mercado norte-americano, onde é líder de vendas entre os carros de passeio (atrás dos picapes grandes da Ford e da General Motors), e ao Volkswagen Passat, um alemão de concepção e nascimento. O primeiro só existe aqui na versão V6 de 3,5 litros, enquanto o segundo oferece o quatro-cilindros turbo de 2,0 litros (200 cv) e o V6 de 3,2 litros (250 cv). Este último estaria mais próximo dos oponentes em potência, mas a VW não tinha um disponível quando pedimos, oferecendo então a versão turbo. Aceitamos porque, além de estar bem mais próxima do Fusion em preço, seria uma oportunidade de avaliar a tendência de redução de cilindrada (downsizing) e uso de superalimentação, em voga sobretudo na Europa.

Como já se sabe, em preço sugerido há uma diferença expressiva entre os extremos. Pedem-se R$ 103,9 mil pelo Fusion, R$ 129,8 mil pelo Passat e R$ 154,7 mil pelo Camry na condição em que foram avaliados. Apesar da questão financeira, eles permanecem concorrentes diretos nos outros “Ps”. A proposta de uso é a mesma: são sedãs de três volumes e quatro portas com espaço, conforto e desempenho suficientes para transporte do executivo no banco traseiro ou, se preferir, para que ele assuma o volante e leve a família. Em porte, a variação não chega a oito centímetros em comprimento ou distância entre eixos, o que os mantém na mesma categoria. A potência do Camry é de 284 cv no V6 de 3,5 litros; a do Fusion, de 243 cv no V6 de 3,0 litros; e a do Passat, de 200 cv no turbo de 2,0 litros. Continua
> Concepção e estilo
> Conforto e conveniência
> Mecânica, comportamento e segurança
> Comentário técnico
> Simulação de desempenho
> Preços
> Equipamentos de série e opcionais
> Custo-benefício
> Nossas notas
> Ficha técnica

SEM COMENTÁRIOS