Peugeot 208

Participe: opine sobre seu carro

[Nome] Vinicius Vasques
[Cidade] Belo Horizonte
[Estado] MG

[Modelo] Peugeot 208
[Versão] Active
[Motor] 1.5 8v
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 70.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Mais de 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 3
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 5
[Câmbio] 2
[Freios] 2
[Suspensão] 3
[Estabilidade] 4
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Comprei meu Active por R$39.000, peladinho como o da foto. Vinha o básico: rádio com bluetooth, airbags frontais, direção assistida, vidro elétrico na dianteira, ar-condicionado. Mas haviam coisas que ninguém da imprensa fala sobre o carrinho lançado em 2013: Ele custava R$6.000 mais barato que um HB20 1.0 intermediário e R$3.000 mais barato que um New Fiesta pelado na época. A direção é elétrica e progressiva, uma das melhores disponíveis no mercado até hoje. O conceito do i-cockpit literalmente encanta – não consigo entender como dirigia precisando olhar o painel por dentro do volante, sempre tirando os olhos da estrada. É o único carro nacional (que conheço) com ar-condicionado manual com 6 velocidades. Porta-luvas refrigerado. Acabamento que até hoje dá banho em muitos projetos recém lançados. Motorzinho 1.5 mesmo sendo antigo e com pouco mais de 90cv tinha 14,5kg de torque (o que realmente faz diferença no transito do dia a dia), maior que muitos concorrentes de 115cv. Além disto DRL, coisa que o povo só veio conhecer anos depois pela lei que exigia faróis ligados nas rodovias.
As manutenções: Fluidos e filtros a cada 10.000km, Correias e esticadores aos 35.000km e 70.000km, Amortecedores aos 50.000km, Pastilhas de freio aos 45.000km, Paletas dos limpadores de para-brisa aos 60.000km, duas trocas de bateria, Algumas lâmpadas trocadas, vez ou outra.
O consumo médio: 10km/l no etanol circuito misto. Piores medições foram 8,5km/l na cidade e a melhor 13km/l na estrada. Faz alguns anos que não abasteço com gasolina (moro em MG).
Preço de venda: A tabela FIPE do meu carro marcava R$31.750 e usei ele como troca por R$26.000, cerca de 20% de depreciação e R$500 a mais do que usam como padrão na KBB. Foi um preço que é normal no mercado. Melhor por proposta foi R$26.500 e a pior, acreditem, R$19.000. Sim, poderia ter recebido um oferta melhor vendendo para particulares, mas não quis ter esta dor de cabeça.

[Principais aspectos negativos] Nem tudo eram flores, o câmbio longo é bem ruim para quem vinha de um MQB da VW. Mercado de acessórios praticamente inexistente. A suspensão um pouco dura, não tanto com as da VW, mas passava muito das irregularidades.

[Defeitos apresentados] Os problemas que meu carro teve: Som de alerta de cintos e seta parou de funcionar, mangueira do esguicho traseiro arrebentou, faróis começaram a derreter por causa do DRL – tudo resolvido em garantia.

[Concessionárias] Nestes 6 anos as experiências ruins foram poucas e o convívio com a concessionária bastante satisfatório, no caso a Bordeaux de BH. Foram 5 revisões programadas, atendimento super bacana e todos preços tabelados. Zero reclamações.

[Comentários adicionais] É o melhor carro que já tive, infinitamente melhor que os 2 Gols e Strada que tive – o atendimento da rede é exemplar, conseguiram mudar minha impressão. Estou deixando o 208 para continuar na família, agora com um 2008 Griffe. Nestes 6 anos aprendi tanto sobre a Peugeot que passei a confiar nos carros da marca, conhecer suas vantagens e especialmente seu problemas e chegar à conclusão que quem faz a fama de um bom ou um mal produto são seus donos. Entre tantos relatos de problemas, deixo aqui o meu, de quem aprendeu a curtir e confiar nesta marca.
Dica final: 70% dos problemas de um carro vem da falta de manutenção adequada. Gastar R$200,00 a mais em um mecânico qualificado ou peças de qualidade é o que vai fazer você economizar R$5.000,00 no futuro por problemas no cambio, motor ou suspensão. Valorizem seu carro, valorizem seu dinheiro!

[Best Cars] Fonte isenta, traz bastante informações.

[Data de publicação] 21/8/20

[Nome] Eric Jaime Dourisboure
[Cidade] Campo Grande
[Estado] MS

[Modelo] Peugeot 208
[Versão] Griffe At
[Motor] 1.6 16v
[Ano-modelo] 2014
[Quilometragem atual] 50.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 3
[Freios] 5
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] O carro tem o melhor design do segmento de compactos. As linhas permanecem belas e atuais, mesmo estando no limiar de uma nova geração. A robustez mecânica é das melhores, o carro nunca apresentou problemas. A qualidade de construção interna é acima da média, materiais bonitos. Central multimídia está limitada, mas considerando a época do lançamento, supera os concorrentes. Super equipado, destaco o teto solar panorâmico, que transmite a sensação de estar em um carro de categoria superior, sensores de estacionamento com gráfico na multimídia, sensores de chuva, crepuscular, ar digital dualzone, GPS embarcado, bluetooth…

[Principais aspectos negativos] O carro possui muitos mimos, mas não subir os vidros automaticamente (só do motorista) nem no controle da chave, acho uma falha grave. Também sinto falta de uma abertura remota do tanque de combustível (qualquer Palio 96 já tinha isso). O câmbio apesar de não ser ruim, considero incompatível com o carro, limitando o desempenho do ótimo motor.

[Defeitos apresentados] Nenhum, sempre manutenção preventiva.

[Concessionárias] Concessionárias tem um bom atendimento, porém os preços de peças e mão de obra considero muito caras (mas esse padrão se encontra em todas as marcas).

[Comentários adicionais] Um ótimo veículo, pena que o consumidor brasileiro insiste no preconceito com a marca e acaba desvalorizando o produto.

[Best Cars] Acompanho há muitos anos e já me ajudou muito com informações e avaliações.

[Data de publicação] 7/8/20

[Nome] André José dos Santos
[Cidade] Cabo de Santo Agostinho
[Estado] PE

[Modelo] Peugeot 208
[Versão] Active 1.5 flex 8V
[Motor] 1.5
[Ano-modelo] 2014
[Quilometragem atual] 80.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Insatisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Carro econômico, hoje em dia de fácil manutenção, neste tempo que tenho nunca quebrou, faço sempre as revisões, acho muito bonito, e bem acabado externa e internamente, mesmo usando muito plástico duro, os arremates são bem feitos, e mecânica muito resistente.

[Principais aspectos negativos] Acho que apenas capacidade do porta malas, e espaço para três pessoas no banco traseiro, mas se tratando de um hatch, até que é razoável.

[Defeitos apresentados] Não até está data.

[Concessionárias] As poucas vezes que fui a uma concessionária, fui bem atendido, apenas não gostei de esperar 15 dias por um kit de botão do vidro elétrico. Este, quebrado por mim mesmo.

[Comentários adicionais] Acho um excelente custo benefício.

[Best Cars] Gostei de poder opinar .

[Data de publicação] 7/8/20

 

 

[Nome] Renata Garcia Mortareli
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP

[Modelo] Peugeot 208
[Versão] Allure
[Motor] 1.5 8v
[Ano-modelo] 2014
[Quilometragem atual] 100.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Lindo carro, amo ele de paixão

[Principais aspectos negativos] Nenhum

[Defeitos apresentados] Ainda não

[Comentários adicionais] Econômico, lindo e maravilhoso

[Best Cars] Gostei muito

[Data de publicação] 29/5/20

[Nome] Flávia Regina De Paoli Semighini
[Cidade] Campinas
[Estado] SP

[Modelo] Peugeot 208
[Versão] Allure
[Motor] 1,5
[Ano-modelo] 2014
[Quilometragem atual] 100.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Mais de 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 4
[Freios] 3
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Conforto de rodagem, Isolamento acústico, consumo de combustível, painel de instrumentos, acabamento, ergonomia, custo de manutenção, relação das marchas.

[Principais aspectos negativos] Precisão do câmbio, potência do ar condicionado, potência do motor em altas rotações, qualidade das borrachas, precisão da leitura de temperatura e nível de combustível, falta de vidros elétricos traseiros, falta de comando um toque para todos os vidros e abertura/fechamento pela chave, abertura do tanque de combustível depender de chave, espessura das colunas, freios dianteiros a disco sólido, espaço traseiro limitado, tecido dos bancos, falta de barra de proteção lateral nas portas.

[Defeitos apresentados] Além dos relatados em 2016, rangido ao passar em lombadas, resolvido com troca do cabo do freio de mão, quebra da mangueira do limpador traseiro, manchando o revestimento do teto, rangido na caixa de direção ao esterçar, peça que levou 5 MESES pra chegar e só recebi depois de acionar o PROCON, faróis derretidos pelas DRLs, vazamento de óleo, (todos estes resolvidos em garantia) bateria que morre sem dar aviso, queima recorrente das DRLs, rangido metálico com movimentação do motor, borrachas das portas danificadas com uso, batentes do eixo traseiro (não da suspensão) caíram lá pelos 50 mil Km.

[Concessionárias] Concessionária de Campinas assumiu o veículo no reparo da quebra da mangueira do limpador traseiro, onde trocaram a peça, mas não queriam limpar a mancha no acabamento do teto. Mesma concessionária que me enrolou sobre o problema da caixa de direção, onde disseram que era regulagem, depois uma peça da suspensão e só depois da terceira visita diagnosticaram o problema da caixa, que levou 5 meses pra chegar. O derretimento do farol eu identifiquei após os 100 mil Km, 3 anos após o término da garantia, e a concessionária disse que, se eu tivesse continuado a fazer as revisões com eles, que trocariam em cortesia, com mais facilidade, mas acionariam a fábrica para tratar do assunto mesmo assim, pra tirar a dúvida (o problema era crônico dos primeiros 208). A Peugeot trocou todo o conjunto óptico sem custo. O atendimento também sempre demandou deixar o carro o dia todo com eles, que não possuem serviço de leva e traz, só leva.

[Comentários adicionais] Carro ótimo, não deu mais problema mecânico nenhum depois de sair da garantia, a manutenção, feita em mecânico de confiança, sempre foi barata e sem surpresas, peças mais baratas e duráveis que as do meu carro anterior, um Gol. Aos 110 mil Km, quase nenhum ruído interno ou grilo, motor ainda se mantém disposto, pastilhas e discos de freios duraram 97 mil Km, embreagem e escapamento ainda originais, fora as DRLs, a primeira lâmpada queimou só perto dos 100 mil Km / 6 anos, as portas são grossas e podem atrapalhar em garagens apertadas.

[Best Cars] Mais de 15 anos como fonte de consulta primária e a mais importante quando o assunto é carro.

[Data de publicação] 6/3/20

[Nome] Ana Paula da Silva Norato
[Cidade] Londrina
[Estado] PR

[Versão] Active pack
[Motor] 1.5
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 40.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 4
[Desempenho] 3
[Consumo] 4
[Câmbio] 3
[Freios] 4
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Carro confortável, suspensão na medida entre conforto e estabilidade. Acabamento interno acima da média do segmento, muito bem construído e com ótimos materiais. Com mais de quatro anos nao apresenta barulhos internos, melhor até que o Cruze turbo que tinha, que troquei num 3008. Nunca tive nenhum problema, só revisões normais. O carro é gostoso de dirigir e o i-cokpit deixa o carro bem esportivo, difícil acostumar com o modelo tradicional. Excelente no trajeto urbano, bem ágil. Revisões na média do segmento e peças se reposição fora da ccs normal. Já vi outros carros como Argo e Polo para troca, mas definitivamente vou esperar o novo 208 ou pegar um modelo mais completo esse ano.

[Principais aspectos negativos] Na cidade é excelente, já na estrada falta fôlego, mas vai bem e é econômico. Talvez seja o costume de pegar estrada com carro mais potente. Consumo na cidade poderia ser melhor, mas isso foi resolvido com o motor 1.2, que agora é bem mais econômico. Câmbio poderia ser mais justo, mas não compromete. Não tenho outros pontos negativos a destacar, o carro é muito bom.

[Defeitos apresentados] Até hoje nenhum defeito, somente revisões normais e troca de peças de desgaste natural, como pastilhas de freio.

[Concessionárias] Sempre fui muito bem atendido na Opera Peugeot, melhor que outras css. Entregam o carro limpo depois da revisão, mesmo apos a garantia, fornecem transporte para retorno, coisas que outras nao fazem. A rede tem combos que ficam mais baratos que oficinas de fora, como trocas de oleo, filtros, etc. Peças na ccs ainda são caras, como as pastilhas, mas fora o preço é normal, o que também acontece com outras marcas que tive. Mas o atendimento é superior à Fiat e GM, por exemplo. E agora tem o total care, uma série de compromissos com atendimento, prazo e qualidade do serviço, tem assistência com guincho por oito anos gratuita, carro reserva em caso de pane e se não ficar satisfeito, não paga. Muito bom.

[Comentários adicionais] O carro é muito bom, bem construído, confortável e bem estável nas curvas. Padrão de acabamento é superior na categoria. Vou aguardar o novo 208 para trocar.

[Best Cars] Muito importante saber a opinião de quem tem o carro, pois na internet em geral tem muitos comentários infundados e depreciativos de quem nem conhece a marca, mas só fala mal de tudo.

[Data de publicação] 28/6/19

[Nome] Romero José do Amaral e Melo Sobrinho
[Cidade] Recife
[Estado] PE

[Versão] Allure automático
[Motor] 1.6
[Ano-modelo] 2018
[Quilometragem atual] 20.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 4
[Desempenho] 3
[Consumo] 3
[Câmbio] 5
[Freios]
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] O carro é excelente, muito confortável e gostoso de dirigir. O câmbio automático de 6 marchas casa muito bem com o motor e faz trocas suaves e confortáveis. No geral é um carro excelente e muito bem construído.

[Principais aspectos negativos] O consumo é um pouco alto, faz 6,5 na cidade na gasolina e 13,5 na estrada andando em 110.

[Defeitos apresentados] Nenhum defeito apresentado

[Concessionárias] Concessionária Pigalle de Recife sempre muito boa. Os funcionários muito atenciosos e dedicados.

[Comentários adicionais] Recomendo para quem deseja um carro gostoso de dirigir e extremamente confortável.

[Best Cars] Muito importante para podermos avaliar os carros no mercado, parabéns.

[Data de publicação] 14/6/19

[Nome] Vinnie Silva
[Cidade] BH
[Estado] MG

[Versão] Active
[Motor] 1.5 8v
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 70.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 3
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 5
[Câmbio] 3
[Freios] 3
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 4
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Posição de dirigir – depois do i-cockpit, dirigir outros carros passa a mesma sensação de dirigir um caminhão. Acabamento – a escolha dos materiais é feita, mesmo sendo plástico duro, passa uma sensação de cuidado na montagem. Motorização 1.5 8v é adequada e com consumo satisfatório. O consumo médio sempre foi na casa dos 10,5 km no Etanol e 12,5 na gasolina. Na estrada já cheguei a 18km na gasolina em viagem BH-SP.
Manutenção dentro da média do segmento e conjunto mecânico relativamente confiável. Como comparação as manutenções de um Gol G5 1.0 2011 eram mais caras do que as do 208. Disponibilidade de peças mecânicas é boa, pois compartilha muitas coisas com o C3 (2 gerações) e 206. Mecanicamente pense que 208 foi tropicalizado seguindo a cartilha do C3, apresentando poucas semelhanças com os 206/207

[Principais aspectos negativos] Lataria fina, amassa fácil. Batidas de porta comuns em shoppings e condomínios costumam deixar pequenos amassados. Nos 4 anos que tenho o carro já foi 2 vezes no martelinho de ouro. Curso da alavanca de câmbio é muito longo, deixando a rotação cair entre as trocas de marcha. Não chega ser impreciso, mas poderia ser mais “justo”. Os freios a disco sólido são bons, mas demoram um pouco para mostrar que foram acionados. Barulhos internos, especialmente no banco traseiro e tampa do porta malas. Resolvidos com aplicação de feltro. Disponibilidade de peças estruturais ou acabamento é fraca. Em certa ocasião bateram na traseira do carro. Foi preciso esperar 2 semanas pela alma do para-choque e 3 semanas por uma lanterna traseira para reposição.

[Defeitos apresentados] Derretimento dos faróis por causa das lâmpadas halogeneas do DRL. Farois foram trocados em garantia, depois disso adotei lâmpadas LED, resolvendo o problema. Aos 20.000 houve queima do alto falante do sistema de segurança (avisos sonoros de seta, cinto de segurança, chave na ignição, etc), trocados em garantia na CCS. Aos 25.000 houve rompimento do cano da água do limpador traseiro, trocado em garantia na CCS. Recall para troca de chicote do limpador de pára-brisas.

[Concessionárias] No ano da compra, 2014 havia apenas a Bordeaux em BH com serviço muito bom, correto e dentro da tabela de preços. Atualmente existem 2 CCS que prestam serviço OK para revisões. Via de regra, o preço para revisões fora da garantia é absurdo, afastando qualquer chance de permanecer na rede. Na ocasião da batida citada acima, o trabalho de lanternagem foi realizado na Bordeaux com resultado aquém do esperado, onde era possível notar pequeno desalinhamento em algumas peças. A correção foi feita posteriormente em outra oficina de lanternagem, por falta de confiança. Um ponto interessante da Peugeot é o Peugeot Care que dá uma série de benefícios para quem mantém as manutenções dentro da rede, o problema é o preço de mão de obra.

[Comentários adicionais] É um carro honesto e bem robusto, muitas vezes injustiçado sem justificativa. O preço para mantê-lo igual a melhor que muitos carros mais bem aceitos no mercado. O seguro para meu perfil (casado, 38 anos, garagem monitorada, uso esporádico) fica na casa dos R$1.300. Na época da compra , 2014, a versão de entrada já se mostrava uma ótima opção frente à concorrência (New Fiesta S, Fox Trendline e Punto Essence). De todos carros que tive é que menos apresentou problemas e que depois de 65.000 rodamos, menos apresenta grilos e barulhos internos.
Em relação a manutenção, houve um crescimento em oficinas especializadas na marca após o fechamento das CCS. Atualmente a PSA compartilha os boletins de manutenção com reparadores independentes. Basta encontrar um mecânico estudioso que não haverá dificuldades em manter o carro em dia. O atendimento da rede é infinitamente melhor que Fiat e VW, mas precisa trabalhar com preços mais pé no chão.

[Best Cars] Ótima fonte de informação, imparciais dentro do possível e com ótimo apelo editorial.

[Data de publicação] 22/3/19

 

 

[Nome] Elder Walker
[Cidade] Pirapozinho
[Estado] SP

[Versão] Urbantech
[Motor] 1.6 16V
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 30.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 4
[Freios] 4
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Mesmo já veterano no modelo 2018, o visual continua atual e chama bastante atenção na rua. Os faróis com máscara negra, aliados ao conjunto de rodas esportivas aro 17″ e pneus de perfil baixo deixaram o carro com um ar “malvado” nessa versão Urbantech. Por dentro o carro é ainda mais bonito, com painel “soft-touch” e bancos mesclando couro e tecido. O painel de instrumentos i-Cockpit com o volante esportivo com couro e base achatada transmitem uma sensação de guiar muito especial. As versões mais completas possuem vários itens de conforto e comodidade que nem carros superiores possuem, como sensores de estacionamento dianteiro e traseiro + câmera de ré, ar-condicionado digital dual-zone, 7 air-bags, central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay e o sensacional teto solar panorâmico. O espaço interno e porta-malas surpreendem quem conhece apenas o carro por fora. A suspensão entrega um acerto muito estável, o carrinho parece um kart nas curvas. O novo câmbio automático de 6 marchas é o mesmo usado em vários outros veículos, com funcionamento suave e bem escalonado. O motor continua muito bom, embora vá ficando para trás dos concorrentes mais modernos com turbo. Ainda assim, anda bem para o porte do carro e consigo boas médias na estrada: mantendo 110km/h, sem muito relevo e ultrapassagens, faço tranquilamente 16km/l; se pisar um pouco mais, a média cai para 14km/l, sempre com ar-condicionado ligado.

[Principais aspectos negativos] A suspensão bate um pouco seco por ter um ajuste mais esportivo, juntamente com os pneus de perfil baixo da versão Urbantech. Isso também torna o carro mais barulhento ao passar por pisos irregulares, o que diminui o conforto. O câmbio, apesar de suave e bem escalonado, é indeciso as vezes na cidade e segura muito a segunda marcha no modo normal, por isso acabo usando a tecla ECO quase sempre, que antecipa as trocas. Alguns itens foram cortados nas versões mais recentes, como faróis com DRL e luzes internas de LED, o que é inexplicável, já que o carro deveria ganhar mais atributos para enfrentar os novos concorrentes como Polo e Argo, e não retirar itens que eram os seus diferenciais. Também continua vendendo como acessórios itens que deveriam ser de série, como levantamento automático dos vidros e função “tilt-down” para o retrovisor direito. O valor de revenda continua sendo afetado negativamente pela má fama da Peugeot no passado, o que é lastimável, já que os carros da marca são duráveis, confiáveis e o pós-venda venha melhorando muito.

[Defeitos apresentados] Nenhum até o momento.

[Concessionárias] Com o lançamento do programa “Peugeot Total Care”, foram intensificados os esforços de padronização da rede autorizada, com uma lista de “mandamentos” que todas devem seguir. Aparentemente, tem funcionado.

[Comentários adicionais] Já é o meu segundo 208. Tive um Griffe 2014 manual e agora estou com um Urbantech 2017 automático. O carro tem uma relação custo/benefício muito interessante e entrega, de longe, a melhor experiência ao dirigir, tanto pelo ótimo acabamento interno, quanto pelo i-Cockpit e pelos acertos de motor/câmbio e suspensão. O carro é muito confiável, não apresenta defeitos crônicos e nunca precisou trocar nada que não fosse desgaste natural (falo tanto do atual com 30mil km quanto do anterior com 95mil). Fiz uma viagem de 8.000km para o deserto do Atacama e o carrinho enfrentou de tudo com valentia, cruzando a cordilheira dos Andes duas vezes, atingindo 4.800 metros acima do nível do mar, sem qualquer problema. Pra quem ainda acha que Peugeot é frágil, sugiro rever esse conceito!

[Best Cars] Excelente espaço para opiniões reais e imparciais.

[Data de publicação] 1/11/18

[Nome] Amauri Marcondes
[Cidade] Belo Horizonte
[Estado] MG

[Versão] Peugeot 208 GT
[Motor] 1.6 16 v THP turbo
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 15.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo]
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva]
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] O desempenho do carro é algo espetacular para um carro desse valor, o torque disponível em 1400 rpm faz com que o carro seja muito prazeroso de se dirigir, praticamente não se ouve barulho do motor.Ultrapassagens bastante seguras devido ao carro sempre está com fôlego. O volante pequeno aliado a direção elétrica é outro ponto bastante positivo.

[Principais aspectos negativos] Ás vezes aparecem ruídos próximos ao volante, que depois desaparecem, aliás tem um bom tempo que não aparece. Não me incomodo com estes probleminhas.

[Defeitos apresentados] Até o momento não e espero que não apresente, se Deus quiser.

[Concessionárias] A revisão do veículo 10.000 foi bem realizada e fui bem atendido, entregaram o carro lavado, então até o momento satisfeito.

[Comentários adicionais] É meu primeiro carro da marca Peugeot, via muitos comentários depreciativos sobre a marca, mas analisando os dados técnicos do veículo resolvi arriscar até o momento só felicidade, pena que o carro não teve boa aceitação no mercado e posso vir a ter problema com a revenda, mas mesmo assim acho que valeu a pena.

[Best Cars] muito bom sempre quando adquiro um veículo comento aqui, quando vou comprar também leio as opiniões.

[Data de publicação] 24/8/18

[Nome] Marco Fernandes
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP

[Versão] Griffe Automática
[Motor] 1.6 16V
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 20.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 3
[Freios] 4
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Na sua categoria é muito bem equipado na versão Griffe. Tem itens não encontrados até em carros de categoria superior, como sensor de estacionamento na frente, teto solar panorâmico, câmera de ré, ar condicionado dual zone, sensor de chuva e crepuscular, seis ar-bags e limitador de velocidade, fora os demais itens mais usuais. A posição de dirigir com a direção pequena, na minha opinião, é a melhor que já vi dentre todos os carros que já dirigi, muito difícil dirigir um carro com direção normal depois.

[Principais aspectos negativos] Principal aspecto negativo são os ruídos internos de acabamento. Mas eu tive muitos carros dessa categoria de hatch e posso dizer que fora um ou outro esse problema é crônico na categoria. Outro problema é o câmbio automático de 4 marchas. Na cidade até que ele da conta tranquilo, talvez as vezes esticando um pouco a mais do que devia a marcha. Mas na estrada se você quiser fazer uma retomada e o carro estiver carregado, com ar ligado ou na subida, você vai sentir falta de mais marchas. Mas esse problema foi resolvido no modelo 2018 com o novo cambio de 6 marchas.

[Defeitos apresentados] Nenhum defeito mecânico, só barulhos de acabamento.

[Concessionárias] Toda vez que precisei utilizar ocorreu tudo dentro do esperado, realizam o serviço como foi requisitado dentro do prazo e no preço tabelado pelo Peugeot. Comparado com o atendimento nas Css de outras marcas para carros de categoria diria que é até superior.

[Comentários adicionais] Nao tive Peugeot antes desse 208, mas agora já vou trocar meu 208 Griffe num 208 GT, adorei o carro!

[Best Cars] O melhor site de carros na Web

[Data de publicação] 9/2/18

[Nome] Rafael Rodrigues Gonzaga
[Cidade] São Bernardo do Campo
[Estado] SP

[Versão] Active Pack
[Motor] 1,2 12 V
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 30.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 3
[Freios] 5
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Economia do motor, design, conforto ao dirigir e funções disponíveis na versão que possuo.

[Principais aspectos negativos] Alguns pequenos barulhos, mas na revisão na concessionária foram solucionados. Os acessórios poderiam ser mais acessíveis para instalação na concessionária (exemplo: sensor de estacionamento integrado ao módulo multimídia). Outro aspecto negativo é a ausência do módulo de subida de vidros e subida de vidros com um toque.

[Defeitos apresentados] Nenhum defeito.

[Concessionárias] Poderiam oferecer acessórios com custo mais acessível.

[Comentários adicionais] Carro entrega o que se propõe. Considerando o meu trajeto que é de 80 % na estrada, o carro é bem mais econômico do que ao indicado na especificação e isso em tempos de combustível caro é bem importante. Foi meu primeiro carro da Peugeot e estou bem satisfeito.

[Best Cars] Importante termos este espaço livre para os consumidores manifestarem a opinião sobre os carros que possuem.

[Data de publicação] 9/2/18

[Nome] Danilo Oliveira Evangelista
[Cidade] Salvador
[Estado] BA

[Versão] Allure
[Motor] 1.2 12V
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo]
[Câmbio] 3
[Freios] 4
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] É um ótimo carro, bom motor e design diferenciado.

[Principais aspectos negativos] Barulho interno

[Defeitos apresentados] Nenhum

[Concessionárias] Ótimo atendimento

[Best Cars] Aqui é uma ótima fonte de informação

[Data de publicação] 9/2/18

 

 

[Nome] Elder Walker
[Cidade] Presidente Prudente
[Estado] SP

[Versão] Griffe
[Motor] 1.6 16V
[Ano-modelo] 2014
[Quilometragem atual] 90.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 3
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 2
[Freios] 3
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Visual moderno e atraente, especialmente com os detalhes das versões mais caras como a do meu Griffe, com direito a luzes diurnas DRL em LED e farol com projetores. Esquema de montagem do volante e painel de instrumentos revolucionário que a Peugeot batizou de i-Cockpit realmente é muito bacana, garantindo uma experiência diferenciada ao dirigir. Acerto de suspensão mais firme entrega excelente estabilidade. Motor 1.6 16V foi um dos primeiros a eliminar o tanquinho de partida à frio, além de ser potente e econômico na versão manual. Vários itens de conforto e comodidade, incluindo o belo teto panorâmico que dá uma sensação única quando aberto. Espaço interno e porta-malas surpreendente para quem conhece apenas o carro por fora.

[Principais aspectos negativos] O câmbio manual tem um trambulador muito “borrachudo”, com engates longos e barulhentos. O automático de 4 marchas não era lá muito esperto nem tão suave e só lançaram o de 6 marchas da aisin agora em setembro de 2017. O ruído em viagens (tanto de rolagem quanto do vento), apesar de não ser tão alto, poderia ser menor para um carro dessa categoria “premium”. Com o passar dos anos e bastante uso, alguns ruídos internos começam a surgir, especialmente proveniente dos acabamentos internos (forros de porta, painel, etc). Poderiam ter mantido os comandos “um toque” para todos os vidros e não apenas o do motorista, além de funções baratas como retrovisor eletrocrômico e “tilt-down” que agregariam bastante.

[Defeitos apresentados] Defeito no sensor do pedal de freio que reconhecia sempre como acionado, desarmando o “cruise-control”, resolvido em garantia. Rompimento de um tubo de papelão que conecta a tomada de ar ao filtro de ar do motor, tido como desgaste natural pela Peugeot, mas que me obrigou a buscar uma solução paralela no mercado, substituindo-o por outra peça idêntica porém em plástico rígido.

[Concessionárias] Tanta na venda como no pós-venda, a rede se destaca pela cordialidade e simpatia. Até pelo menor volume de vendas em relação a outras marcas, creio que consigam dar um atendimento mais personalizado. O problema é que isso não é suficiente. As revisões até estão na média do mercado, mas o preço dos serviços (além do previsto, caso necessário) é irreal. Cheguei a comentar com um gerente de oficina que se me cobrassem até o dobro do que eu pagaria numa oficina independente, eu preferiria fazer o serviço dentro da Peugeot, mas eles chegam a cobrar 3 ou 4 vezes os valores do “paralelo”, tanto em peças quanto em mão de obra. Além disso, ainda existem casos recorrentes de “empurroterapia” nas oficinas.

[Comentários adicionais] Sem dúvida alguma um excelente custo/benefício, especialmente nas versões mais caras, fazendo jus ao rótulo de hatch-premium. Bonito por fora e por dentro, gostoso de dirigir, mecânica eficiente e confiável, bom espaço considerando a proposta do carro, cheio de “mimos” e itens de tecnologia e conforto.

[Best Cars] Interessantíssima essa seção com avaliações fiéis e imparciais, diretamente da boca dos donos.

[Data de publicação] 1/12/17

[Nome] Diego da Cruz Louro
[Cidade] Macaé
[Estado] RJ

[Versão] Allure
[Motor] 1.2 12V Puretech
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos]
[Itens de conveniência] 3
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 3
[Freios] 3
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] O carro destaca-se principalmente pelo pacote de equipamentos oferecidos de série perante a concorrência. Por R$60.000 (não que seja barato,mas a concorrência oferece bem menos) oferece 4 airbags,teto panorâmico,rodas de liga R15,retrovisores e vidros elétricos nas 4 portas,trava automática das portas,alarme,ar digital dualzone,chave canivete (a reserva também é),central multimídia (sem GPS nessa versão),computador de bordo,limitador e piloto-automático,guia de LEDs nos faróis e sensores de ré. A estabilidade é muito boa,mesmo provocando é difícil escapar nas curvas. O consumo na cidade não é tão bom como na estrada,costumo fazer 11/12km/l na gasolina,mas com ar ligado e pisando um pouco além da conta. Na estrada a 100km/l chego a 19,2km/l,e em trechos a 80km/h chego a quase 23km/l sempre com ar ligado.

[Principais aspectos negativos] Falta GPS,o acabamento interno foi simplificado e tiraram itens simples,como a luz de cortesia no porta-luvas. Ausência de barras laterais nas portas e os freios poderiam ser um pouco mais potentes. Os ajustes dos bancos poderiam ser mais precisos,mas o apoio lateral deles é excelente.

[Defeitos apresentados] Nenhuma falha até o momento.

[Concessionárias] Até agora fui muito bem atendido na Allure Macaé. É o segundo 0km que compro lá.

[Comentários adicionais] É um carro que atende quem procura baixo consumo,desempenho razoável e bom pacote de equipamentos,além do design. Mas merecia uma versão mais completa com o motor 1.2,aliando o consumo baixo ao pacote de equipamentos mais recheado na versão Griffe.

[Best Cars] Um site que fornece informações mais técnicas e sem puxar saco de marcas,o melhor do segmento.

[Data de publicação] 17/11/17

[Nome] Luiz Antonio Silva
[Cidade] Rio de Janeiro
[Estado] RJ

[Versão] GT
[Motor] 1.6 THP
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Motor, torque, tecnologia embarcada, Itens de série.

[Principais aspectos negativos] Acabamento interno poderia ser de melhor qualidade. Muito plástico rígido.

[Defeitos apresentados] Barulho no painel e portas, mas felizmente resolvidos pela css peugeot de Botafogo, aqui no Rio.

[Concessionárias] Difícil falarmos bem de concessionárias, mas devo dizer que tive uma ótima experiência ao deixar meu carro na css Peugeot de Botafogo para resolverem barulhos no painel e forração de portas do meu carro. Apesar de ficarem 3 dias com o carro, resolveram os problemas de barulho que apresentei e ainda me entregaram o carro limpo!

[Comentários adicionais] Vendi um Golf 2014 Alemão que tive, mas a garantia havia encerrado. Fiquei com medo do câmbio DSG, pois eu havia tido um sério problema com ele, pouco tempo antes de encerrar a garantia do veículo. Felizmente, na época, a fábrica cobriu tudo, mas fiquei com o carro por mais 1 mês parado! Por isso decidi não me arriscar novamente com o carro já fora da garantia ($$$). Como eu também não estava disposto a gastar muito dinheiro pegando outro Golf zero, me aventurei com esse Peugeot 208 gt, pois já havia visto diversos vídeos e boas avaliações do mesmo na Internet! Gosto de hatches. Assim, achei e paguei uma pequena diferença em um seminovo (com apenas 4mil km) dando o golf na troca. Mecanicamente me surpreendi positivamente com o carro, que consegue ser ainda mais nervoso que o Golf e também ter um ótimo consumo. É também cheio de itens de série, como a central MM com espelhamento de celular, teto solar, bancos de couro, sensores dianteiros e traseiros, ótima câmera de ré , cruize control, etc. A única coisa que achei que realmente o Golf é muito superior é o acabamento interno. Isso não tem como negar! Mas estou feliz e me divertindo bastante com o 208 GT. Não tenho preconceito com franceses. Pretendo usar o carro até acabar a garantia de fabrica e bola pra frente! Carro bom é carro novo e ainda na garantia, pra não termos maiores surpresas ou dores de cabeça. Minha estratégia é sempre pegar seminovos com no máximo 1 ano de uso e desfrutar da garantia até o final. Pra quem chegou até aqui na dúvida, podem pegar o GT sem medo. Prazer e diversão garantida na cidade e, principalmente, na estrada.

[Best Cars] Consulta indispensável!! Adoro ler essa seção para tomar minhas decisões de compra. Comentários de proprietários de verdade, não de curiosos ou de quem fez só um test drive no veículo.. Parabéns ao site e nunca excluam essa seção!

[Data de publicação] 3/11/17

[Nome] Luciano Silva
[Cidade] Brasília
[Estado] DF

[Versão] Active Pack
[Motor] 1,5 8V
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 30.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 4
[Freios] 4
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Estilo moderno, discreto e de muito bom gosto. Carroceria com boa qualidade de montagem. O nível de conforto é um dos melhores entre os compactos. A ergonomia é ótima. Interior silencioso e bem acabado. Os materiais, apesar de simples, têm bom aspecto. Muito prazeroso de dirigir. A suspensão tem um excelente acerto, absorvendo bem as irregularidades do piso sem deixar de ser firme. Excelente comportamento dinâmico. Faz muita curva. A direção com assistência elétrica é leve e precisa. Os freios são bons. O motor, apesar da baixa potência, é elástico e entrega bom torque já em baixas rotações, garantido desempenho ótimo em cidade e bom em estrada. Contribui para isso o ótimo escalonamento do câmbio.

[Principais aspectos negativos] Falta acionamento um toque nos vidros dos passageiros. A iluminação interna é fraca, tendo apenas uma lâmpada bem fraca na parte dianteira da cabine. O encosto do banco traseiro não é bipartido. Falta apoio de cabeça no meio no banco traseiro. O trambulador do câmbio é meio barulhento.

[Defeitos apresentados] Refletores dos faróis derreteram por causa do calor gerado pelas lâmpadas DRL. Pedal da embreagem rangia ao ser acionado. Tampa do porta malas com dificuldade para fechar. Barulho no escapamento. Tudo prontamente resolvido em garantia pelas concessionárias.

[Concessionárias] As três concessionárias Peugeot a que recorri até hoje me prestaram um bom serviço. Sempre fui muito bem atendido, as revisões (cujos preços são tabelados) foram feitas corretamente, sem empurroterapia, e os problemas no carro foram resolvidos rapidamente.

[Comentários adicionais] Um excelente carro, com ótima relação custo benefício. Fiquei em dúvida entre o 208 e o Fiesta, outro carro que me agradou muito, mas optei pelo primeiro devido à sua melhor qualidade de montagem da carroceria e do acabamento interno. Outra vantagem do Peugeot são as revisões anuais, contra as semestrais do Ford. De resto, são bem parelhos.

[Best Cars] Sou fiel leitor do Best Cars Web Site desde 2001. Desde então, muita coisa mudou na internet. Centenas de outros sites surgiram, vieram os blogs, os canais de vídeos etc. Há uma verdadeira enxurrada de conteúdo sobre carros. Mas o Best Cars segue firme como a grande referência quando o assunto é informação de qualidade na internet.

[Data de publicação] 30/6/17

[Nome] Osmar J. Ribeiro
[Cidade] Ponta Grossa
[Estado] PR

[Versão] Active Pack
[Motor] 1.5
[Ano-modelo] 2014
[Quilometragem atual] 50.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 4
[Desempenho] 3
[Consumo] 5
[Câmbio] 4
[Freios] 4
[Suspensão] 3
[Estabilidade] 3
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Excelente posição de dirigir (a ideia do volante pequeno com a visualização dos instrumentos por cima é ótima, difícil de desacostumar depois), dirigibilidade agradável, eletrônica bem resolvida (detalhes como as variações de tempo dos limpadores em função da velocidade, gerenciamento de energia para preservar a bateria, alertas diversos na central multimídia), bom acabamento nas partes plásticas, espaço interno agradável, desempenho honesto, ótimo consumo.

[Principais aspectos negativos] O câmbio, apesar de ter engates precisos, é ligeiramente duro e ruidoso. O tecido dos bancos suja e mancha muito facilmente.

[Defeitos apresentados] Havia um ruído metálico bastante incômodo na fase fria por ocasião das trocas de marcha, quando se aliviava a embreagem; tratava-se de um tipo de atrito na junção do escapamento. Um dos vidros deu defeito na máquina, mas não foi necessário trocar nada, diz-se que a montagem havia sido feito de modo errado.

[Concessionárias] Não tive nenhum problema com atendimento nas revisões durante a garantia, inclusive na resolução de uns pequenos grilos internos. O que ficou mal resolvido pela mesma foi o ruído no escapamento acima mencionado: segundo o gerente da concessionária, havia um alerta da fábrica quanto à possibilidade dessa ocorrência, então já se sabia do que se tratava, e foi resolvido, de fato. Porém, o problema retornou algum tempo depois, e tendo vencido a garantia, levei em oficina de confiança, onde o mesmo problema foi constatado e solucionado em definitivo, e devia ser algo muito simples, pois nem me foi cobrado. Quanto à questão do vidro, também foi resolvido fora de concessionária, e lá verificaram que a montagem de todos os vidros estava errado, o que chega a ser curioso, porque todos foram remontados na concessionária para a instalação do levantamento pela chave, ou seja, algo foi feito errado pela mão de obra deles.

[Comentários adicionais] Acho o melhor custo benefício na categoria. Ainda que o Fiesta também tenha um bom custo benefício, mas com melhor mecânica e menos conveniência e conforto, aí vai da prioridade de cada um.

[Best Cars] Simplesmente a melhor mídia automotiva em português. Sempre completo, minucioso e imparcial.

[Data de publicação] 5/5/17

[Nome] Ricardo Guedes
[Cidade] São Bernardo do Campo
[Estado] SP

[Versão] Griffe manual
[Motor] 1.6 16V
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 30.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno]
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] O carro é excelente. Principais características para elogio são: Isolamento acústico excelente; Acabamento interno, Design, Posição de Dirigir, Teto Panorâmico. Do mais o carro é excelente e pretendo ficar mais alguns anos com ele. Antes eu tinha um Focus e em dirigibilidade, o 208 não deixa a desejar em nada.

[Principais aspectos negativos] Critica: Não havia a opção de banco em couro.

[Defeitos apresentados] Não

[Concessionárias] Bom atendimento, porém com poucas opções na região do ABC.

[Data de publicação] 27/1/17

[Nome] Carlos Frederico de Aquino Alvan Perez
[Cidade] Rio de Janeiro
[Estado] RJ

[Versão] Peugeot 208 Griffe 1.6 automático
[Motor] 1.6 16V
[Ano-modelo] 2016
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Insatisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Insatisfeito(a)

[Estilo] 3
[Acabamento] 2
[Posição de dirigir] 2
[Instrumentos] 3
[Itens de conveniência]
[Espaço interno] 1
[Capacidade de bagagem] 1
[Motor] 1
[Desempenho] 3
[Consumo]
[Câmbio] 1
[Freios] 3
[Suspensão]
[Estabilidade] 4
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 2

[Principais aspectos positivos] Nenhum.

[Principais aspectos negativos] Má Qualidade. Falta de confiabilidade. Problemas no motor e ou elétricos com 38 dias após comprá-lo 0km.

[Defeitos apresentados] Sensor de estacionamento começou a disparar sem obstáculo físico. Fui tentar FAZER o espelhamento do celular no kit multimídia e não funcionou de forma alguma. Tentei em quatro diferentes aparelhos celulares. Seria isso uma propaganda enganosa? O técnico passou um aparelho e nada foi encontrado. Depois, o kit multimídia desligou e ligou involuntariamente por 4 vezes, o porta malas não abria de forma alguma, não consegui dar a partida no carro, o mesmo não deu sinal. Em um pouco mais de 1 mês já foram vários problemas. Sinceramente estou com medo de sair com esse carro e apresentar um problema em uma estrada deserta.

[Concessionárias] Empresa reclamada: Roma Peugeot – Tijuca – Rio de Janeiro.

[Comentários adicionais] hoje depois de tantos problemas tenho medo de dirigir e transportar a minha família. Não comprem Peugeot 208.

[Best Cars] excelente meio de comunicação de amantes de automóveis.

[Data de publicação] 27/1/17

[Nome] Claudio Alves Mendonça Forte
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP

[Versão] Griffe
[Motor] 1.6 automático
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio]
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 4
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Melhor ponto do carro, sem dúvida é a maciez da suspensão, parece um carro de segmento superior rodando ( aqui estou falando de hatches médios ). Muitos itens de conveniência como acendimento automático dos faróis, limpadores de para-brisa, led´s externos, teto panorâmico. Painel lindo e volante extremamente macio na versão top ( um dos melhores que conheço, só perde para o da Mercedes C180 ). Carro extremamente bem acabado, sensores de distância e câmera de ré. Motor bom, com modo esportivo e econômico, embora limitado nitidamente pelo câmbio de 4 marchas. Design melhor do segmento. Mídia excelente e falantes originais muito bons.

[Principais aspectos negativos] Câmbio. Apesar das aletas do volante ( item que faço questão ), nota-se que o câmbio não está a altura do conjunto. Pequenas indecisões, e maior espaço entre as relações como é comum em automáticos de 4 marchas. Carro bom de curva, mas, não excepcional devido a altura ( aqui estou falando de situações limites, onde um motorista “comum” nem chega perto, como curvas a mais de 160 ). Apesar do painel lindo e excelente, alguns comandos como o piloto automático são um tanto confusos.

[Defeitos apresentados] Não. Nem tem 600 km, ainda.

[Concessionárias] Atendimento muito bom, mas, pecaram na entrega com respingos de água no Insufilm. Garantia total de 3 anos, afasta o temor do câmbio.

[Comentários adicionais] Sempre achei o carro lindo, e melhor do segmento, mas, sempre fiz ressalvas ao câmbio. Estas continuam….o câmbio apesar de não “matar” o carro ( assim como o Tiida automático que também já possuímos ) impede de tirar um 10 com louvor. Fico curioso com o tratamento de suspensão que a Peugeot deve ter dado ao 208 THP, já que apesar de macia e ser bom de curvas, não sei se a dinâmica do carro, está a altura do maior desempenho do excelente 1.6 THP.

[Best Cars] O melhor veiculo de informação automotiva do país. Posso divergir em uma ou outra opinião, mas, em matéria de conteúdo editorial, análises, informações e mais importante um espaço para consumidores “reais” de carros poderem balizar esse ou aquele modelo. Parabéns, como sempre.

[Data de publicação] 13/1/17


[Nome] Diego Neves Pereira
[Cidade] São Luís
[Estado] MA

[Versão] Allure
[Motor] 1.5 8v
[Ano-modelo] 2013
[Quilometragem atual] 70.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Parcialmente satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Insatisfeito(a)

[Estilo] 4
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 3
[Espaço interno] 3
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 3
[Desempenho] 3
[Consumo] 4
[Câmbio] 3
[Freios] 3
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 4
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] O carro é muito bonito, tem um bom compromisso com o design e o acabamento dos materiais, mesmo não tendo materiais muito sofisticados em seu acabamento. O consumo do carro, tanto na cidade quanto na estrada, é acima da média se comparado aos carros concorrentes da mesma categoria. Fazendo alinhamento a cada 5 mil km, consegui rodar 60 mil km com o mesmo jogo de pneus. Os ajustes de banco e volante trazem ao motorista boa posição de dirigir e esse é o ponto de destaque do carro, pois possibilita uma condução prazerosa, mesmo que não tenha um desempenho muito empolgante. O espaço interno é bom para um hatch compacto. O porta-luvas tem um bom espaço, além da refrigeração interna.

[Principais aspectos negativos] O motor poderia ser mais empolgante para combinar com a posição de dirigir. Os bancos dessa versão mancham fácil,mas são confortáveis. A desvalorização do carro é muito grande e nem mesmo a rede de concessionárias valoriza o produto que vende, querendo pagar muito abaixo da média de mercado para receber o carro como entrada na compra de um novo. Quando comprei o veículo, esse modelo não tinha vidros elétricos traseiros nem como opcional, o que era um contrassenso, visto que o modelo Griffe já o trazia de série, no algum tempo depois ele passou a oferecê-lo também de série. A central multimídia trava muito na função GPS e tem mapas muito desatualizados, sendo cobrado um valor exorbitante para fazer tal atualização. A iluminação interna do veículo é insuficiente pois só conta com uma luz de teto próxima ao retrovisor. A ausência de alças de teto também incomoda. Os puxadores das portas poderiam ter um melhor encaixe e serem menos barulhentos. As caixas de som poderiam ser melhores.

[Defeitos apresentados] Borracha externa do teto de vidro saindo; ar condicionado parou de funcionar exatamente no fim da garantia do veículo; faróis tiveram a moldura queimada pelas lâmpadas diurnas (foi trocado em garantia); com mais ou menos um ano de uso o forro do teto de vidro estava frouxo e batendo muito, mas tal defeito foi sanado (peça trocada em garantia); conjunto de escapamento apresentou problema por volta dos 30 mil km, produzindo muito barulho (peça trocada em garantia). O veículo também passou por um recall para trocar uma peça da suspensão.

[Concessionárias] A revenda Rivolli de São Luís possui uma boa estrutura, mas passa por constante troca de pessoal,o que acaba desorganizando o atendimento. Tive alguns problemas com a falta de informação de alguns funcionários do setor de revisão, por não saberem como proceder em alguns casos de troca de peças em garantia. O prazo para execução de serviços é muito longo, fora o valor exorbitante para o caso de reparos e de peças adquiridas em concessionária.
Outro pondo diz respeito ao valor que avaliaram meu veículo quando da possibilidade de usa-lo como entrada para a compra de um 2008. O carro possui valor de tabela FIBE superior a 35 mil reais e a loja avaliou meu veículo em 22 mil, sendo que o carro fez todas as revisões lá e nunca sofreu uma colisão, estando em muito bom estado. Sei que a tabela FIPE é só uma referência, mas a diferença é inaceitável frente aos valores hoje praticados pela revenda, principalmente aqui em minha cidade.

[Comentários adicionais] O carro é um bom produto, mas que perde seus atributos pela má gestão da marca com seus concessionários. Se a Peugeot do Brasil trabalhasse melhor o seu pós venda teria uma aceitação melhor do mercado para seus produtos.

[Best Cars] Melhor consultório de informações automotivas da atualidade, trazendo informações confiáveis e imparciais que ajudam o consumidor a não ser ludibriado quando o assunto é automóveis. Sugestão, criação de um canal no youtube com avaliações de carros e a volta da sessão “Um mês ao volante”

[Data de publicação] 13/1/17

[Nome] Fernando
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP

[Versão] Griffe Mec
[Motor] 1.6 16V
[Ano-modelo] 2016
[Quilometragem atual] 15.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 2
[Câmbio] 1
[Freios] 4
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] O carro é muito confortável, ótima suspensão, baixo nível de ruídos, entre outros. Espaço interno bom para o segmento, ainda que um pouco limitado para cabeça no banco traseiro. Acabamento tem uma combinação de materiais de diferentes texturas e plásticos de boa qualidade. Saídas de ar e maçanetas são de alumínio mesmo e não de plástico pintado como é comum no segmento. Apoio de cabeça para todos, cinto de 3 pontos, 6 airbags, luzes diurnas em LED, entre outros.

[Principais aspectos negativos] O tecido dos bancos embora bonito, deforma com o tempo e é muito sensível à manchas. As molas poderiam ser mais rígidas pois em algumas situações a suspensão balança excessivamente para os lados. O maior aspecto negativo do carro, sem dúvida, é o câmbio; muito longo, ruidoso e pouco preciso. Não permite explorar o desempenho do motor e acaba cortando parte do prazer ao dirigir. Consumo alto – cerca de 7km/L em percurso misto com etanol e 10Km/L na gasolina.

[Defeitos apresentados] Troca das molas dianteiras e alguns ruídos de acabamento, todos solucionados em garantia.

[Concessionárias] Este é o meu segundo 208 e de lá para cá a evolução das concessionárias da marca foi grande. Não só na qualidade dos serviços, mas no atendimento, cordialidade e até mesmo pequenos detalhes como sempre devolverem o carro lavado, independente do tipo de serviço.

[Comentários adicionais] Um bom carro, infelizmente ainda existe muito preconceito herdado dos modelos antigos da Peugeot. Quanto ao carro em si, lamentável a retirada as barras transversais de proteção lateral, conforme atestado pelo LatinNCAP. Comprei um carro com 6 airbags pensando na segurança e por essa não esperava.

[Best Cars] Desde a criação, segue liderando quanto a qualidade das reportagens e avaliações.

[Data de publicação] 18/11/16

[Nome] Thiago Carrari
[Cidade] Ribeirão Preto
[Estado] SP

[Versão] Griffe Automático
[Motor] 1.6 16v
[Ano-modelo] 2014
[Quilometragem atual] 10.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 4
[Consumo] 3
[Câmbio] 3
[Freios] 4
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Design tanto externo quanto Interno (pra mim o carro mais bonito entre os compactos), realmente a Peugeot pensa em cada detalhe isso da para notar a ver o carro de perto por dentro e por fora, o interior batizado de i-cokpit pela marca realmente é um diferencial, e faz parecer que os outros carros estão no passado. A posição de dirigir é muita boa e esportiva. O Volante pequeno e bastante esportivo. A estabilidade do carro é muito boa e segura muito bem nas curvas. Itens de conveniência e conforto, como ar condicionado bizone e porta luvas refrigerado e teto panorâmico são bem legais e deixam as viagens mais agradáveis. O Sistema Multimídia é muito bom e intuitivo, (apenas ressalvas ao GPS que não é dos mais confiáveis). O Faróis com lente elipsoidal com DLR em led são bonitos e traz maior segurança (aliás a iluminação dos faróis são excelentes) é realmente uma pena o carro ter perdido esses itens na restilização.

[Principais aspectos negativos] Apesar de bem escalonado o câmbio automático é de 4 marchas, na cidade anda bem e é confortável, na estrada as borboletas atrás do volante (para mudança manual) agilizam nas ultrapassagens e tornam elas bem seguras…mas um câmbio mais moderno de 6 marchas faz falta sim, e realmente o câmbio de 4 marchas destoa do conjunto (ainda mais e um carro que procura transmitir modernidade). O consumo na cidade também é elevado, exatamente pelo câmbio ser de 4 marchas, mas houve uma boa melhora assim que o carro passou dos 8 mil km. Outra crítica que faço é com relação ao ar condicionado, moro em uma cidade muito quente o ano inteiro e em alguns dias o ar não da conta ou demora demais para gelar (acredito que parte da culpa seja do teto panorâmico que compromete o isolamento térmico do carro). Pela versão podia conter controle de estabilidade e tração e poderia ter vindo com modulo de subida automática dos vidros quando aciona o alarme (item vendido separado a preço absurdo na concessionária)

[Defeitos apresentados] Recall da correia dentada, recall do chicote do câmbio automático, e Defeito no ar condicionado. todos resolvidos rapidamente na concessionária .

[Concessionárias] Das Concessionárias não tenho nada a reclamar, as poucas vezes que precisei fui bem atendido, no entanto na minha primeira revisão onde a concessionária era Orleans fui melhor atendido, entregaram meu carro lavado e higienizado (um mimo que apreciei). Quando a concessionária foi fechada fui atendida pela Independance uma concessionária da Citroen fizeram a revisão o recall e entregaram o carro tudo em ordem mas sem mimos (o seja o carro não foi lavado).

[Comentários adicionais] Já havia feito a avaliação do carro aqui antes (para passar minhas primeiras impressões) e depois de mais de 2 anos e meio com o carro quis dar mais um depoimento para uma avaliação mais confiável para quem quiser adquirir um carro como o meu. O Carro é excelente, é daqueles carros que vestem o motorista. É moderno muito bem acabado. Gosto muito do sistema Multimídia (embora não de para confiar muito no GPS) e o som do carro é bem razoável e me atende bem. Minhas críticas ficam realmente para o câmbio 4 marchas (que como disse apesar de confortável e achar até bem acertado o carro merecia um de 6 marchas) e para a potência do ar condicionado.

[Best Cars] Berst Cars é uma leitura obrigatória pra quem gosta de carros, é sem dúvida a mídia mais imparcial e confiável sobre assunto automotívo. As matérias são excelentes, as avaliações e comparativos são muito mais completos do que das revista automotivas. Acompanho o site sempre que posso e sempre consulto ele na hora de trocar de carro.

[Data de publicação] 21/10/16

[Nome] Rafael Andrade
[Cidade] Itu
[Estado] SP

[Versão] 1.6 active pack automático
[Motor] 1.6 16V
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 40.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Parcialmente satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 1
[Câmbio] 3
[Freios] 4
[Suspensão] 3
[Estabilidade] 4
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Design, que é o ponto alto do carro. Painel de instrumentos, estilo cockpit, volante estilo esportivo. Acabamento bom. Custo benefício. Apesar da caixa automática de apenas 4 marchas, o motor 1.6 dá conta do recado.

[Principais aspectos negativos] Considero como o o principal ponto negativo do carro o consumo. Excessivo!! Faz 5, 6km/l no álcool na cidade, no máximo. Na gasolina, a média fica um pouco melhor, mas não compensa. Mas anoto que o consumo na estrada na gasolina, é razoável. A suspensão faz barulho incômodo nas ruas esburacadas. Nessas mesmas situações, é possível notar ruídos no acabamento. O câmbio automático de 4 marchas é ultrapassado e prejudica muito o desempenho e eleva o consumo do motor 1.6! Ao dirigir um 1.6 manual notei a diferença, anda muito mais que o meu!!

[Defeitos apresentados] Nenhum defeito apresentado com quase 40,000km. Todavia, tive que fazer dois recalls, um deles tendo que trocar a correia dentada.

[Concessionárias] Sou bem atendido na concessionária Agen de Indaiatuba. Na concessionária Andreta Peugeot em Itu(que já fechou), deixaram de fazer o recall recomendado pela fábrica.

[Comentários adicionais] O carro é excelente, bonito e chama atenção por onde passa. Apesar do consumo excessivo, ainda considero uma boa compra.

[Best Cars] Melhor fonte de consulta da web para quem quer comprar carros.

[Data de publicação] 21/10/16

[Nome] Matheus Moreira
[Cidade] Curitiba
[Estado] PR

[Versão] Griffe
[Motor] 1,6 16V Câmbio Manual
[Ano-modelo] 2016
[Quilometragem atual] 15.000 km
[Combustível] Flexível
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Gosto muito do desenho externo do carro, destaque para faróis e lanterna em LED. A melhor parte é no interior, a começar pelo painel e volante “i-cockpit” que propõe uma nova forma de direção que chega a ser divertida. Teto de vidro é muito interessante e bonito. O acabamento interno, apesar de não ter plástico macio, é sensacional pois mistura elementos com várias texturas tornando a cabine requintada. A tela multimídia é fácil de usar, ar condicionado com dual zone, computador de bordo completo, bancos são confortáveis e seguram bem o corpo. Com relação a mecânica achei o motor 1.6 muito bom e bem adequado ao carro, nunca senti falta de potência na cidade ou estrada. Com relação a consumo eu faço média de 10 km/l em Curitiba, em alguns dias da para fazer até 11,5. Na estrada depende muito da pressa, a última viagem que fiz (estrada duplicada e andando a 120/130 km/h) foi de 14,5 km/l no total de 600 Km. A melhor média foi 17 km/l numa viagem de 800 Km (estrada simples e duplicada, andando na maior parte do tempo a 100/110 km/h). Considero o consumo bom na cidade e muito bom na estrada.

[Principais aspectos negativos] É um carro bem equilibrado, não tem algo negativo que se destaque muito. Mas vamos lá: Câmbio manual com engates longos, é algo que você estranha nos primeiros dias e depois se acostuma mas mesmo assim deveria melhorar. Vidro elétrico com um toque apenas no motorista. A iluminação interna em led é bem legal só faltou colocar também para o banco traseiro pois a dianteira é bem focada nos bancos da frente deixando o resto do carro escuro.

[Defeitos apresentados] Um barulho intermitente na porta dianteira do passageiro e um erro na programação da interface (acessório instalado na concessionária) que levanta os vidros com o alarme. Tudo foi resolvido na primeira revisão, notei inclusive que colocaram uma espuma também na porta do motorista, foram prevenidos então ponto para concessionária.

[Concessionárias] Comprei e revisei o carro na Le Lac Marechal em Curitiba, o atendimento foi ótimo na venda e no pós venda. Ambiente limpo e organizado, funcionários educados e interessados em te atender bem. Resolveram corretamente o que pedi e portanto nenhuma queixa negativa.

[Comentários adicionais] É meu segundo Peugeot, comprei em 2010 um 206 1,4 e fiquei uns 3 anos com o carro. Meu carro anterior ao 208 era de outra marca e pela boa experiência que tive no passado resolvi novamente comprar um Peugeot. Estou super satisfeito e recomendo o carro e a marca.

[Best Cars] Acesso este site a muitos anos e fico feliz que os editores mantém sempre um cuidado especial com um padrão de qualidade de alto nível nas avaliações. É sem dúvida nenhuma o site de carros com o melhor conteúdo.

[Data de publicação] 23/9/16