Mitsubishi Lancer (hatch e sedã – geração atual)

 

Participe: opine sobre seu carro

 

[Nome] Mario Gibson Maia Pinto
[Cidade] Fortaleza
[Estado] CE

[Versão] GT
[Motor] 2.0
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 15.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 4
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 4
[Consumo] 3
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Design esportivo, posição de dirigir, resposta direta da direção, estabilidade, itens de série (9 airbags, rodas 18, teto solar, bancos de couro, central multimídia, sensor de chuva, sensor crepuscular, etc)

[Principais aspectos negativos] Consumo, revisões semestrais, valor do seguro, barulhos internos, plástico duro no painel, direção não regula na profundidade (somente altura), portas não travam automaticamente.

[Defeitos apresentados] Central multimídia apresentou caracteres estranhos no GPS, os celulares emparelhados via bluetooth as vezes se perdem [e depois voltam].

[Comentários adicionais] Recomendo demais o carro. Proporciona um excelente custo benefício quando zero, e ainda mais quando comprado usado. O design ainda encanta, embora não seja o que há de mais moderno no segmento. Por vender pouco em relação aos líderes de mercado, é um carro exclusivo.

[Data de publicação] 16/12/16

 

 

[Nome] Paulo Cesar Perna
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP

[Versão] CVT
[Motor] 2.0 16V
[Ano-modelo] 2012
[Quilometragem atual] 70.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 3
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 4
[Consumo] 5
[Câmbio] 4
[Freios] 4
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Baixo consumo, linhas modernas, tecnologia embarcada

[Principais aspectos negativos] Pneus duros e ruidosos na rodagem, ausência de Bluetooth e travamento automático das portas

[Defeitos apresentados] Aquecimento crônico do óleo do câmbio quando utilizada a troca manual, exigindo a instalação de radiador específico pela concessionária, somente após a ocorrência do superaquecimento. A fábrica deveria ter convocado um recall para solucionar o problema presente no projeto do câmbio.

[Data de publicação] 2/12/16

[Nome] Luiz Henrique da Silva
[Cidade] Cotia
[Estado] SP

[Versão] GT
[Motor] 2.0 160CV
[Ano-modelo] 2014
[Quilometragem atual] 30.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 3
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] É, de longe, o melhor carro que eu já tive. Sempre um prazer em dirigir. Nosso outro carro é um Kia Sportage 2015, mas eu não penso duas vezes antes de pegar a chave do Lancer para ir às compras, passear e até mesmo para viajar. Câmbio espetacular com paddle shift é viciante, e dá muita segurança nas ultrapassagens, mas o consumo de combustível fica bem elevado. Porta malas com braços pantográficos permite acomodar as bagagens com tranquilidade. Acabamento muito bom, bancos em couro agradável ao toque, freios excelentes, teto solar não faz barulho como costuma fazer em outros carros na mesma categoria. O consumo é honesto. Se eu usar os paddle shifts ele responde muito bem, mas o consumo é proporcional. Na cidade de São Paulo, com a quantidade absurda de radares espalhados, uso piloto automático nas marginais e isso tem me feito evitar multas.

[Principais aspectos negativos] Suspensão dura, pneus Yokohama de perfil baixo fazem barulho e são bem caros, em torno de R$ 1.200 cada. Para-choque dianteiro muito baixo, raspa com frequência. A direção não é elétrica, é o único ponto que deixa a desejar em relação à Sportage. O seguro é caro, mas consegui um preço razoável com um amigo corretor, mas não sei se conseguirei repetir no próximo ano.

[Defeitos apresentados] Tela do rádio multi-midia estava com toque fora de sincronismo. Foi corrigido na revisão e após alguns dias, tornou a desconfigurar. Levei na concessionária e foi agendada a data para realizar a substituição de todo o equipamento por um novo. Sem qualquer bate-boca. Alternador com defeito desde quando comprei o carro, há sete meses, faz um barulho esquisito quando em baixa velocidade. Na última revisão, o problema foi diagnosticado e a peça foi encomendada. Devo retornar à concessionária para a troca semana que vem. Ainda bem que está na garantia, pois, segundo o consultor, o custo da peça seria de R$ 2mil.

[Concessionárias] Atendimento Mitsubishi sempre muito cordial. Nunca tive uma experiência tão positiva nos meus veículos anteriores. Citroen, Kia, Fiat, não chegam aos pés.

[Comentários adicionais] Eu recomendo o Lancer de olhos fechados. Dos veículos que pesquisei no Best Cars, foi o mais bem avaliado. Eu estava entre ele e o Jetta. Um amigo que possui o Jetta reclamava que o teto solar fazia muito barulho. O do Lancer é perfeito.

[Best Cars] Minha fonte de informação mais confiável quando quero trocar de carro.
Sempre recomendo aos amigos.

[Data de publicação] 15/7/16

[Nome] Víctor
[Cidade] Teresina
[Estado] PI

[Versão] 2.0
[Motor] MT
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 10.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos] 3
[Itens de conveniência] 3
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] [Estilo] Podem falar que o desenho é datado, de 2007 e etc., mas é fato: o estilo dele continua imbatível e transmite a impressão de agressividade. Além disso, é muito eficiente do ponto de vista aerodinâmico. [Acabamento] É correto e com materiais que agradam ao toque. [Instrumentos] São objetivos e de fácil leitura. Para mim, que vim de um VW Gol Power, lembra muito o quadro deste. O medidor de consumo é idêntico ao utilizado pela versão anterior do Honda City. [Itens de conveniência] Para o segmento de sedãs médios, são poucos, porém úteis: sensores de luminosidade e de chuva, console central (não deslizante), som (que não é central multimídia) com conexão Bluetooth e entradas auxiliar/USB bem discretas (abaixo do painel, no fundo do compartimento inferior), etc. [Espaço interno] Motorista e passageiro dianteiro viajam com conforto. [Capacidade de bagagem] O porta-malas é de 430l e os braços de sustentação da tampa são pantográficos (e não com alças de “pescoço-de-ganso”, como no Civic, Corolla e demais), o que torna a acomodação de bagagem uma tarefa sem preocupações. [Motor, desempenho, câmbio e freios] Os pontos altos do carro: o motor 2.0 16v é um pouco murcho em baixa rotação, mas a partir de 2.500 rpm ele desperta e você sente os quase 21kgfm serem despejados com vigor. O câmbio não tem a exatidão do MQ200 da VW, mas é curto e tem engates bem precisos – destaco minha escolha pelo manual não apenas pelo preço, mas também porque prezo pelo desempenho e gosto de sentir a crueza da força do motor. Todos os freios são a disco e mais que dão conta para conter os 1.330kg do carro com segurança a qualquer velocidade, e o melhor: quase não se percebe o trabalho do ABS – isso quando ele é exigido.
[Consumo] Para mim, que vim de um 1.6 8v, houve um choque inicial. Todavia, para um 2.0 16v, o Lancer é econômico – e o consumo começou a melhorar a partir de 6.000km. Ciclo urbano: entre 7,5km/l (tráfego médio) e 8km/l (tráfego leve). Ciclo rodoviário: entre 10,5km/l e 12km/l na estrada (detalhes: velocidade média global de 75km/h; velocidade média de cruzeiro de 120km/h; velocidade máxima de 140km/h). [Suspensão e estabilidade] Outra maravilha à parte: a traseira multilink cola os pneus e o veículo no asfalto e até mesmo em terra (herança dos ralis). O pessoal da engenharia da Mitsubishi fez um bom trabalho para a adaptação às magníficas (só que não) vias brasileiras: as imperfeições são bem filtradas pelo conjunto. [Segurança passiva] Na versão MT, só vêm ABS e o obrigatório airbag dianteiro de duplo estágio. Tem o sistema RISE de deformação graduada da carroceria, mas não sei se é eficiente – nem desejo que eu ou alguém sofra um acidente para saber! [Custo-benefício] A despeito de todos os pontos negativos, os aspectos positivos preponderam no meu ponto de vista e tornam a versão MT muito vantajosa. Porém, o mesmo não digo das versões superiores, pois o CVT (R$ 74 mil) e o GT (R$ 85 mil) são caros demais para o (pouco, no caso do CVT) que acrescentam – o Honda Civic (outro que considerei na pesquisa) fornece mais por esse preço.
Saliento que o seguro no meu perfil (solteiro, entre 24 e 26 anos) foi cotado no mesmo valor do que o Fluence, porém foi cerca de R$ 1.500,00 mais barato do que Civic, Corolla, Focus e Linea – os prêmios para Cruze e Jetta foram R$ 2.000 mais caros. Outrossim, as revisões têm preços fixos e não ultrapassam R$ 900,00.

[Principais aspectos negativos] [Acabamento] Há algumas áreas com mau encaixe (por exemplo, há a impressão de que o painel não encaixa bem nas colunas frontais) – o que não é admissível quando se investe cerca de R$ 70 mil. Não obstante, aconselho investir em revestimento de couro (opcional), pois o tecido, apesar de agradável, acumula muita poeira. [Posição de dirigir] Não é difícil achar a melhor posição para guiar, mas o ajuste de profundidade do volante seria de bom grado para auxiliar nessa tarefa – sua falta também é algo que não dá para entender, face ao que o mercado disponibiliza nessa faixa e até em segmentos inferiores.
[Instrumentos] A ausência de um relógio digital é injustificável. Ademais, a média de consumo é automaticamente reiniciada a cada 4 horas de inatividade – um ponto incômodo para cálculo global de uma viagem, por exemplo. [Itens de conveniência] Faltam alguns itens de série que podem ser considerados essenciais neste segmento: sensor de estacionamento (consegui na negociação como acessório); travamento automático das portas após determinada velocidade, controle com um toque em todos os vidros laterais. Ressalto que não há iluminação dos comandos nas portas do veículo – só a indicação do botão do vidro do motorista. Para mim, foi chato no início (já que todos esses itens existiam no VW Gol Power), mas foi questão de tempo para me habituar. Enfim, faltas que buscarei solucionar no próximo veículo, mas que a meu ver não são elementos essenciais que minam a escolha do carro.
[Espaço interno] Se o motorista e/ou o passageiro dianteiro forem maiores do que 1,75m, os que andam atrás sofrerão um pouco com a restrição de espaço para as pernas. Mas o banco traseiro é bem confortável e dá bom apoio a todas as partes do corpo. [Consumo] Diante de concorrentes com motores 2.0, o Lancer consome mais: o Civic faz uma média mínima em ciclo rodoviário de 12km/l.
[Segurança passiva] Os itens da versão MT são escassos para este nicho de mercado – não tem nem um apoio para a cabeça do ocupante traseiro central (algo que até carros populares possuem). Porém, para ter direito a 9 airbags e controles eletrônicos de estabilidade e tração, tem que despender R$ 85 mil para comprar a versão GT – absurdo! Por esse tópico, Renault Fluence (outro que cogitei na pesquisa) oferece muito mais por menor preço.

[Defeitos apresentados] – Quando recebi o carro, o parachoque traseiro veio com um problema de encaixe no lado dianteiro, que foi prontamente resolvido pela concessionária. – A tampa interna do porta-malas faz um barulho que eu já noticiei na mesma oportunidade do defeito no parachoque, mas a concessionária não sanou o defeito a contento. Ressalto que não retornei por falta de tempo; numa próxima postagem (depois da 1ª revisão), eu darei o feedback sobre a resolução desse problema (ou não).

[Concessionárias] Aqui em Teresina, a Trilha possui uma equipe bem preparada e muito atenciosa, disposta a resolver todos os problemas.

[Comentários adicionais] Escolhi a versão MT porque precisava de um veículo com mais espaço e conforto aliados a um conjunto mecânico com desempenho de característica esportiva (o que não casa bem com um câmbio de variação continuada) – nesse contexto, a transmissão manual acentua a sensação de crueza, que dá ainda mais prazer à condução do Lancer. Enfim, este é um carro espetacular: uma aquisição que concretizou meu sonho de criança (quem, que já jogou NFS e Gran Turismo, nunca pensou em ter um?) sem deixar de lado o aspecto racional de um carro com bons atributos e capaz de atender minhas necessidades atuais.

[Best Cars] Desde 2011, antes de qualquer pesquisa presencial e test-drive, sempre consulto o Best Cars – que é, para mim, o site com a maior credibilidade do mercado: avaliações e testes confiáveis; postagem de opiniões de proprietários após filtragem bem seletiva, enfim… O melhor local para buscar dirimir as inúmeras dúvidas antes de escolher seu carro!

[Data de publicação] 8/5/15

[Nome] João
[Cidade] Jundiai
[Estado] SP

[Versão] GT 2.0 16V aut
[Ano-modelo] 2014
[Combustível] Gasolina
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Visual arrojado e esportivo, design atual (frente matadora), desempenho e estabilidade.

[Principais aspectos negativos] até agora nada que me desagrade, apenas a falta de controle de tração e ESP e os módulos para subir os vidros, que não vem no carro.
O carro tbm n vem com sensor de ré nem a camera de ré, apesar da versão GT vir com o DVD.

[Defeitos apresentados] nenhum até o momento. A dica que dou se vc pegar um usado, e for um CVT, verifique se foi instalado o radiador de óleo do câmbio CVT (que evita aquecimento que faz barulho como uma sirene), vc vai olhar pela grade do farol de milha do lado do motorista e vai ver o radiador ali. (o da minha versão já veio instalado). Isso evita que o oleo se sobreaqueça em situações de uso extremo do carro, como subir uma serra com o pé embaixo.

[Concessionárias] apenas utilizei na compra do carro, ainda não utilizei nos serviços. aliás, me pediram R990,00 no protetor de carter, um assalto. Chorei e ganhei sensor e camera de ré e o insul film. Vamos ver na hora das revisões, que são com preços tabelados se n me engano em R440,00 porém a cada 6 meses ou a cada 5.000KM.

[Comentários adicionais] Não tenha dúvida, vá de Lancer. Carro acelera muito bem, mesmo em D, se vc optar pelos padle shifter atras do volante ou na alavanca do câmbio pode levar o carro ao limite, anda forte apesar de ser um CVT. freia bem (tem o sistema BAS) que detecta a pressão e a rapidez do acionar do pedal de freio em uma emergência e auxilia (o carro realmente estanca).
O consumo não é exagerado, pelo motor e o peso do carro. O meu está fazendo na média de 9,5 a 10km/l com ar sempre ligado. (ainda n fiz média somente na estrada, digamos que foi um circuito misto).
Estabilidade incrível, o carro não sai nas curvas, mesmo exagerando em algumas, porém não tem contr. de tração. Espaço interno e porta malas muito bom.
Carro muito top na versão GT, com tela de DVD, bancos em couro e acabamento em black piano no painel, teto solar, 9 air bags, aros 18 e os frisos cromados na grade frontal e nas laterias do carro. Muito legal também os sensores de chuva e de farol.
Chama a atenção e atrai olhares por onde se passa, aliás na estrada ninguém fica na frete, pois associam o Lancer ao EVO, que é bem parecido. Sai de um Civic aut 1.8 2011 e não há comparações, o Lancer é outro nível de carro. Esses dias dei uma acelerada na rodovia e chega a 200Km/h facil facil, mesmo em posição do câmbio em D.

[Best Cars Web Site] ajuda muito a formar a opinião para os carros, principalmente na hora de comprar.

[Data de publicação] 17/4/14

[Nome] Jonas Braga
[Cidade] Niteroi
[Estado] RJ

[Versão] MT
[Ano-modelo] 2013
[Combustível] Gasolina
[Quilometragem atual] 25.000 km
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Dirigibilidade incrível. Motor muito elastico despeja toda sua potência após 4.000rpm. Cambio manual acredito que um dos melhores do mercado (engates justos)

[Principais aspectos negativos] Pneus (no meu caso Yokohamas) com durabilidade muito reduzida. Foram substituídos com apenas 23.000km.
Conjunto suspensão mais rodas não suporta muito bem a buraqueira das ruas brasileiras.

[Defeitos apresentados] Barulhos no acabamento da tampa da mala (Atrás dos bancos traseiros, barulhos na suspensão dianteira após 15.000km (Peças frouxas).

[Concessionárias] Excelente atendimento e tabela de preços fixa para revisões até 100.000 km.

[Data de publicação] 17/4/14

[Nome] Eduardo Reinato
[Cidade] Goiânia
[Estado] GO

[Versão] 2.0
[Ano-modelo] 2013
[Combustível] Gasolina
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Estabilidade, esportividade, eficiência do motor,

[Principais aspectos negativos] Acalento interno

[Defeitos apresentados] Nenhum

[Concessionárias] Muito bom atendimento, extremamente atenciosos

[Comentários adicionais] É um carro excelente, e ficou acima das minhas expectativas no quesito suspensão, motorização

[Best Cars Web Site] Muito bom

[Data de publicação] 12/7/13

[Nome] Eduardo Campos
[Cidade] São paulo
[Estado] SP

[Versão] GT AWD
[Ano-modelo] 2012
[Combustível] Gasolina
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 3
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 3
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Primeiramente o design, esportivo e ainda bastante atual. Além disso a tecnologia do carro, incluindo motor, tração 4×4, suspensão bem acertada e cpu de bordo.
Testei já o carro no 4×4 na lama e não consegui ficar atolado, mesmo tentando.

[Principais aspectos negativos] Consumo bastante alto e materiais internos poderiam ser de melhor qualidade. O plástico do painel é rígido demais, parece de carro popular. Tive que mandar instalar diversos itens de conveniência, como sensor de fechamento das portas, subida automatica dos vidros e câmera de ré.

[Defeitos apresentados] Infiltração de água na porta.

[Concessionárias] Comprei na Brabus do Vila Lobbos, o que me causou sérios problemas. Atrasos, divergência de informações e funcionários totalmente despreparados e acomodados. Não recomendo a ninguém. Me prejudicaram ainda com o seguro, pois comprei o carro e fui viajar, mas quando voltei para pegá-lo o seguro nem estava feito ainda, tive que ficar com seguro provisório por quase 1 mês, e no fim nem resolveram meu problema. Fechei em outro lugar.

[Comentários adicionais] Vale a pena em todos os sentidos.

[Data de publicação] 22/2/13

[Nome] Osvaldo Canho
[Cidade] Jau
[Estado] SP

[Versão] MT
[Ano-modelo] 2013
[Combustível] Gasolina
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Dirigibilidade, estabilidade, designer, forca do motor, pneus aro 18, espaco interno, carro muito veloz e excelente nas retomadas de velocidade e excelente freios.

[Principais aspectos negativos] Vidros eletricos , acionados somente manualmente .

[Defeitos apresentados] Nenhum defeito ate o momento

[Concessionárias] Muito boa

[Comentários adicionais] O Lancer e um carro para quem curte carro com esportividade e quer exclusividade, este carro vai de 0 a 100 em 9 segundos e a 210 de velocidade, devorador de curvas, passa muita seguranca , um mito , um seda diferente dos outros que estao no mercado.

[Best Cars Web Site] Best Cars e o melhor site de carros da Internet, muito respeitado com excelentes reportagens.

[Data de publicação] 11/1/13

[Nome] Eduardo da Silva
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP

[Versão] 2.0 MT
[Ano-modelo] 2013
[Combustível] Gasolina
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Não utilizo

[Estilo] 4
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 3
[Instrumentos] 3
[Itens de conveniência] 3
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 2
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 3
[Câmbio] 5
[Freios] 4
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 4
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 2

[Principais aspectos positivos] Desempenho muito bom, excelente conjunto câmbio/Motor.

Estilo muito bonito, rodas lindas e estabilidade excelente. Motor responde bem principalmente em altas rotações

[Principais aspectos negativos] Falta de requinte: porta luvas / plástico das portas / cinto e assento central traseiro

[Defeitos apresentados] N/A

[Comentários adicionais] Um carro feito para dirigir, deixando o restante em segundo plano.

[Best Cars Web Site] Referência.

[Data de publicação] 30/11/12