Fiat Fiorino (picape e furgão – segunda geração)

Fiat Fiorino (picape e furgão - segunda geração)

 

Participe: opine sobre seu carro

 

[Nome] emerson eduardo martins
[Cidade] guarulhos
[Estado] SP

[Versão] flex 1.3
[Ano-modelo] 2008
[Combustível] Flexível
[Quilometragem atual] 130.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Parcialmente satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Não utilizo

[Estilo] 4
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 3
[Espaço interno] 3
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 2
[Desempenho] 3
[Consumo] 5
[Câmbio] 4
[Freios] 4
[Suspensão] 3
[Estabilidade] 2
[Segurança passiva] 2
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Já utilizei em viagens longas, para um utilitário, confortável, as vezes esquecia que estava em um. Consumo satisfatório, apesar da aerodinamica não ajudar muito em trechos rodoviários.

[Principais aspectos negativos] O motor poderia ser o 1.4 da Strada, com alguns cavalos a mais, pois em subidas ingremes, o carrinho pede água, e na estrada, a retomada poderia ser bem melhor, e que, alguns componentes, já vem do palio, por que não o motor tbm ? Pois acredito que o 1.3 seja produzido apenas para o Fiorino

[Defeitos apresentados] O marcador de combustível começou a marcar menos do que tinha (ainda bem !!!).
Depois de várias trocas de pneus e rodas, eliminei a trepidaçao do volante entre 100 e 120 km/h

[Comentários adicionais] Um ótimo carro para o que se propoe, opcionais para deixar o trabalho menos cansativo, como ar, direção, vidros eletricos, são muito bem vindos, pena que a maioria dos Fiorinos são compradas por empresas e aí, sao todas básicas.

[Best Cars Web Site] Um ótimo site, muito interessante e útil, já me ajudou a tirar dúvidas e confirmar algumas opiniões. Recomendo !!!

[Data de publicação] 17/12/11

[Nome] Norberto Santos
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP
[E-mail] não publicado a pedido

[Versão] 1.5 MPI
[Ano-modelo] 2000
[Combustível] Gasolina e GNV
[Quilometragem atual] 300.000 km
[Tempo há que possui] Mais de 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Insatisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito

[Estilo] 3
[Acabamento] 2
[Posição de dirigir] 2
[Instrumentos] 2
[Itens de conveniência] 2
[Espaço interno] 3
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 3
[Desempenho] 3
[Consumo] 3
[Câmbio] 3
[Freios] 3
[Suspensão] 1
[Estabilidade] 3
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 3

[Principais aspectos positivos] Baú apresenta bom espaço para carga.

[Principais aspectos negativos] Suspensão mal dimensionada para um carro de carga, o que requer constantes gastos com balanceamento e alinhamento/cambagem; constantes rachaduras na longarina direita (em praticamente todos os modelos até o ano 2002), causados principalmente pelo desequilíbrio no peso do motor no apoio do coxim direito, que foi projetado muito à frente. Os modelos Fire já apresentam os dois coxins alinhados ao motor, o que minimizou o problema; infiltração de água na cabine, por má vedação e má qualidade no acabamento; vazamentos de óleo pelo respiro do motor, também devido a erro no projeto do componente; tecido dos bancos frágil e de má qualidade; forte cheiro de combustível no interior do veículo;

[Defeitos apresentados] Houve a necessidade de substituição das longarinas e caixas de roda, já que após soldas, as rachaduras voltaram ( mesmo o veículo trafegando sempre com carga leve e conduzido de maneira prudente e cuidadosa ); Infiltração de água na cabine, sem solução. Ambos os problemas citados são comuns e frequentes em praticamente todos os veículos ( furgão ) fabricados até 2002.

[Concessionárias] Utilizo basicamente para a compra de peças originais. Por tratar-se de veículo derivado do Fiat Uno, um dos mais vendidos do país, deveria apresentar peças de reposição menos caras e com maior facilidade de compra ( em muitos casos faz-se necessária a encomenda, com espera e custos muito elevados ).

[Comentários adicionais] A meu ver, é um veículo que é líder de vendas em seu segmento pura e simplesmente por falta de concorrentes à altura no mercado. Após muitos anos “reinando sozinha”, a Fiorino Furgão timidamente passou a sofrer concorrência da GM Montana Combo e da Ford Courier. Recentemente, da Peugeot Partner e da Renault Kangoo. A VW poderia e deveria lançar no mercado um veículo derivado da VW Saveiro, com baú original de fábrica, o que traria a chamada concorrência sadia e sacudiria o mercado, que seria beneficiado com a busca incessante por maior qualidade dos veículos por parte das montadoras.

[Best Cars Web Site] Best Cars merece os parabéns pelo espaço aos usuários dos veículos, que trazem depoimentos fiéis e úteis àqueles que buscam opiniões detalhadas sobre os veículos.

[Data de publicação] 23/10/10

 

SEM COMENTÁRIOS