Royal Enfield Himalayan

Royal Enfield Himalayan

 

Participe: envie opinião sobre sua moto

 

[Nome] Flavio Di Giacomo
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP

[Modelo] Royal Enfield Himalayan
[Versão] 400
[Motor] 400cc
[Ano-modelo] 2020
[Quilometragem atual] 10.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com a moto] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 3
[Posição de pilotar] 4
[Instrumentos] 5
[Conforto] 4
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 3
[Freios] 5
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] moto excelente para uso diário, boa nos corredores de Sao Paulo, percebo que sou visto pelo motoristas dos veículos, seu farol e o DRL auxiliam muito nesta visualização tanto de dia como a noite, freios eficientes ABS dianteiro e traseiro pastilhas originais sao orgânicas, desgastam rápido, mas tem excelente frenagem , custam na concessionaria em torno de R$55,00 (04/20) então vale a pena pelo custo benefício, segurança, boa de curvas e estável, ventos nas estradas como quando passam um carro ou caminhão nao tiram a segurança da pilotagem, conforto dos bancos em gel, carenagem faz a diferença.

[Principais aspectos negativos] a sexta marcha seria útil na estrada não para correr mas para conforto quanto a vibração

[Defeitos apresentados] a caixa de direção teve seus rolamentos quebrados e nao consegui trocar na garantia devido a moto ter tombado sozinha, devido a altura do pezinho e ter deixado marcas no contrapeso do guidom e isto ter sido alegado como a causa, a bateria da moto arreou e a garantia da bateria nao e a mesma da moto que e de dois anos e sim 06 meses

[Concessionárias] gostei dos serviços da revisão da concessionaria de Sao Paulo, a moto saiu bem afinada

[Comentários adicionais] o estilo foi o principal motivo para a escolha de compra deste modelo, não conhecia a marca mas como ja tive inúmeras motos de diversos estilos e marcas nao tive medo de me aventurar neste modelo digo isso por causa de defeitos mas nas outras marcas tive satisfações como decepções, e estou agora satisfeito com a minha himalayan pela qualidade da moto e seu estilo que chama a atenção e curiosidade de diversas pessoas tanto novas como mais experientes.

[Best Cars] sempre que tenho curiosidade de algum modelo de moto ou carro dou uma pesquisada aqui e gosto de deixar minha opinião para ajudar e tirar duvidas

[Data de publicação] 28/7/20

 

 

[Nome] Osgood Fernandes Teixeira
[Cidade] Brasília
[Estado] DF

[Modelo] Royal Enfield Himalayan
[Motor] 411 cc
[Ano-modelo] 2019
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com a moto] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de pilotar] 5
[Instrumentos] 5
[Conforto] 5
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 5
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Moto extremamente confortável e econômica. Consigo fazer médias de 30 km/l andando até 80-90 km por hora dentro da cidade. Na estrada a 100-110 ela consome um pouco mais, ficando por volta de 26 km/l. Posso andar por horas que a posição de pilotagem e o banco garantem um bom nível de conforto. Além disso a moto tem um estilo old school ou retrô, como alguns preferem, e eu a acho muito bonita e diferenciada em relação as japonesas que dominam o mercado. A moto foi feita para ser extremamente robusta, tanto é que tem poucas coisas de plástico e é até um pouco pesada, mas que garante um boa postura na estrada, com um centro de gravidade relativamente baixo e boa estabilidade. Vento de caminhão pouco afeta a moto, por exemplo. Além disso acho o custo benefício imbatível na categoria que ela se encontra. A Fenabrave a coloca como big trail, o que é um engano, já que em preço e proposta de uso ela concorre com a Lander 250 da Yamaha e com a XRE 300 da Honda, tendo maior torque, sendo mais completa e confortável e custando quase a mesma coisa que a Yamaha e menos que a Honda.

[Principais aspectos negativos] A moto teve problemas de adaptação ao mercado brasileiro. Apesar dos indianos terem feito a adaptação à nossa gasolina com mais de 27% de etanol, eles não contavam com todas as misturebas que são adicionadas na gasolina em postos por todo o Brasil. Sendo assim, algumas unidades tiveram problemas no motor, pois suportavam menos as gasolinas batizadas. Não contavam com a picaretagem reinante no Brasil. Além disso são relatados vários problemas devido à problemas de montagem da moto e fragilidade de algumas peças. Exemplos: Carcaça do farol que se quebra ao fazer um off road mais pesado; umidade dentro do painel que acomete várias motos; falta de óleo em quantidade adequada dentro das bengalas da suspensão dianteira, sendo que o óleo é de baixa qualidade e em quantidade insuficiente; e problemas quanto ao torque aplicado na mesa de direção , que faz com que algumas motos puxem para um dos lados além de danificar precocemente a caixa de direção que vem pouco lubrificada. Além disso, várias motos, no começo da importação vieram com problemas no cabeçote, provavelmente por alguma inadequação em um lote da própria peça e que tiveram que ser substituídos. As mais recentes não apresentam mais esse problema que aparentemente foi sanado.

[Defeitos apresentados] Sim. A minha moto foi uma das que teve problemas no cabeçote que teve que ser substituído por volta dos 2.500 km rodados. Vale salientar que foi coberto pela garantia e o pessoal realizou um serviço rápido e sem questionamentos. Além disso a minha moto tem condensação de água dentro do painel, que aparece quando a temperatura muda. Quando saio no sol e esquenta, por exemplo. Mas ao rodar a condensação some. A concessionária queria trocar na garantia, mas eu não aceitei porque iria zerar a quilometragem no painel novo e isso não me incomoda tanto assim.

[Concessionárias] A concessionária aqui de Brasília é exemplar. Já tive motos da Honda e da Yamaha que são mais comuns e o serviço deixa muito a desejar, especialmente na Yamaha que aqui em Brasília é absolutamente horrível. O atendimento na concessionária e o pós-venda é nível premium, apesar de a moto não ser. Acredito, embora não tenha experiência, que está no mesmo nível ou melhor que BMW, Triumph ou Ducati. Todas as vezes que tive que recorrer aos serviços da concessionária fui muito bem atendido e todos os problemas apresentados foram sanados da melhor forma possível.

[Comentários adicionais] Para quem estiver interessado em adquirir uma moto da Royal Enfield, espere um atendimento de primeira com dois anos de garantia e motos que valem cada centavo no custo-benefício. Não espere que a moto não tenha problemas e seja perfeita, pois isso elas não são. E nem poderiam ser pelo preço que se paga. Mas os indianos estão melhorando a cada dia e se adaptando ao cenário do Brasil. Todas as motos recentes como as Twins 650 e as Himalayan 2020 estão deixando os proprietários extremamente satisfeitos. De minha parte eu compraria outra. Ao invés de pagar 40 a 50 mil em uma Harley Davidson ou em uma Triumph eu teria a Himalayan e uma Twin 650 e seria muito mais feliz fazendo meus off road de leve, viajando e curtindo, junto com uma tribo fantástica que conheci junto aos Royal Riders aqui em Brasília.

[Best Cars] Acho essa seção do Best Cars fenomenal. É uma das coisas que diferencia o site dos demais que existem no mercado automotivo. Nos dá informações extremamente úteis e experiências reais para nos basearmos ao adquirir um veículo, já que nenhuma avaliação é mais completa do que o uso continuado de um veículo por um período prolongado.

[Data de publicação] 17/4/20

 

 

[Nome] João Thiago
[Cidade] Planaltina DF
[Estado] DF

[Modelo] Royal Enfield Himalayan
[Motor] 411
[Ano-modelo] 2019
[Quilometragem atual] 20.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com a moto] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de pilotar] 5
[Instrumentos] 5
[Conforto] 5
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 5
[Freios] 4
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 4
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Moto boa pro dia dia e econômica . Confortável piloto e garupa. Vários acessórios . Boa pra viagens sem querer correr muito . Boa pra fora de estrada . Estou curtindo.

[Principais aspectos negativos] Não é muito potente , lembra uma Ténéré 250 só que um pouco mais forte. Filtro de óleo tem que baratear comparando com outras marcas . Relação poderia ser passo 520 e não 525 . Filtro de ar de papel e caro.

[Defeitos apresentados] O único defeito apresentado foi o estator queimado aos 18mil km.

[Concessionárias] Fiz uma única revisão na concessionária com 10mil km . Prefiro fazer minhas revisões em casa mesmo. Nada contra a concessionária BSB pois trabalham de forma profissional .

[Comentários adicionais] Apesar do blá blá que rola por aí com alguns canais de influenciadores digitais . Eu confio na máquina que comprei e pretendo usá-la por milhares de km e ver com meus próprios olhos sua durabilidade .

[Best Cars] Já vi alguns comentários sobre o site Besta Cars e é válido pois realmente tem a informação de quem tem e usa o produto .

[Data de publicação] 17/4/20

 

 

[Nome] Wilson Seixas
[Cidade] sbc
[Estado] SP

[Modelo] Royal Enfield Himalayan
[Motor] 411
[Ano-modelo] 2019
[Quilometragem atual] 10.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com a moto] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de pilotar] 5
[Instrumentos] 5
[Conforto] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] estilo, custo benefício e a história da marca.

[Principais aspectos negativos] carcaça do farol frágil

[Defeitos apresentados] não apresentou nenhum defeito

[Concessionárias] a princípio a única concessionária de são paulo não deu conta da demanda ocasionando erros.

[Comentários adicionais] adoro pilotar essa moto

[Best Cars] ótimo

[Data de publicação] 17/4/20