C4 Lounge: o novo Citroën em análise prolongada (4)

Citroen C4 Lounge Tendance

 

Um comprador habituado a Focus e Civic aceitaria mudar
de marca? E as impressões (e o consumo) com o uso de álcool

Texto e fotos: Fabrício Samahá

 

Atualização de 6/12/13

Como anunciado na atualização anterior, o Citroën C4 Lounge Tendance de Um Mês ao Volante  seguiu pela primeira vez para além das divisas paulistas, tendo viajado até o Rio de Janeiro, RJ, nas mãos de um colaborador inédito na seção. William Freitas, 36 anos, foi convidado a dirigi-lo por ser um comprador habitual de carros do mesmo segmento: seus últimos foram dois Fords Focus (um de cada geração, ambos com motor de 2,0 litros) e dois Hondas Civic, um 1,8 e outro 2,0-litros, também de diferentes gerações.

Convencemos William a deixar seu Civic EXR 2014 na garagem para ir de C4, e dias depois ele reapareceu com 737 quilômetros acumulados na viagem. O que achou?

“O Lounge é um carro com linhas modernas, bonitas. Tem bom acabamento interno para a categoria, em que peca por não ter bancos de couro, e amplo espaço interno, o que é importante em um sedã. Gostei muito da posição de dirigir e do fácil manuseio de comandos e instrumentos. O controlador de velocidade é ótimo, simples de usar e com recurso de memória rápida e prática, assim como o limpador automático de para-brisa, que funciona muito bem. O porta-malas atenderia perfeitamente a minhas necessidades”, observou.

 

Citroen C4 Lounge Tendance
Citroen C4 Lounge Tendance

 
O inédito colaborador aprovou o C4 Lounge pelo estilo, espaço e conforto de
rodagem, mas fez ressalvas ao desempenho e à estabilidade em curvas 

 

Primeiro motorista da equipe a rodar com álcool no Citroën, que com isso ganha 8 cv e 1,5 m.kgf de torque, o colaborador não se entusiasmou com seu desempenho: “O motor não é nada de espetacular. Nem de perto me dá tanta segurança em uma ultrapassagem que necessite de potência quanto meu carro atual, que tem só 4 cv a mais com o mesmo combustível. E achei um tanto beberrão!”. Em sua utilização, que foi 75% rodoviária, a média foi de 6,6 km/l de álcool.

 

“Esperava melhor desempenho e um carro mais estável, mas os mais interessados em conforto têm no C4 uma boa alternativa”, concluiu o motorista

 

Tendo usado o carro em cidade e rodovia e feito parte da viagem sob chuva intensa, William elogiou os freios (“muito bons, transmitindo segurança ao motorista”) e o câmbio automático de seis marchas (“suave e silencioso nas trocas”), mas ressalvou que a operação manual poderia ser feita no volante, como no Civic: “Mesmo para um carro que não é esportivo, torna-se um item muito agradável”. Ele aprovou também a suspensão macia e confortável, embora “não transmita a mesma segurança do Civic ou do Focus em alta velocidade e nas curvas mais severas”.

Afinal, 700 km depois, ele compraria um C4 Lounge como o avaliado? “Provavelmente, não: esperava melhor desempenho e um carro mais estável. Para gastar R$ 68 mil no Tendance, acrescentaria R$ 2 mil para ficar com o novo Focus S, que tem o importante controle eletrônico de estabilidade de série, motor de 178 cv e, se mantiver a tradição do modelo da Ford, será um ‘devorador de curvas’, mesmo abrindo mão de alguns equipamentos. Mas acredito que compradores mais interessados em conforto têm no C4 uma boa alternativa, pois não vejo opções na categoria que sejam tão equipadas e, ao mesmo tempo, tenham mais potência e estabilidade que ele”, conclui.

 

Citroen C4 Lounge Tendance

 
A troca de combustível deixou o motor de 2,0 litros mais ágil, sobretudo em
médias rotações; o consumo de álcool até agora oscilou entre 4 e 8,9 km/l

 

Com álcool, mais agilidade

Nos últimos dias o C4 Lounge manteve-se em uso por este editor, que aproveitou para comparar seu desempenho com gasolina e com álcool. A conclusão é de que o combustível vegetal deixa realmente esse motor mais disposto, com uma vivacidade adicional, sobretudo nas baixas e médias rotações. Faz sentido, pois a resistência do álcool à detonação permite ao gerenciamento do motor usar ignição mais avançada, que traz ganho de potência em especial nessas condições.

 

 

Um compromisso em cima da hora a 50 km de casa foi a oportunidade de experimentar o Tendance com o modo esportivo do câmbio acionado. Como se sabe, esse programa de uso mantém o motor em rotações mais altas, seja protelando as trocas ascendentes de marcha, seja antecipando as reduções quando a velocidade cai, seja mantendo a marcha ao cortar a aceleração em vez de passar a uma superior, o que também produz freio-motor.

Como funciona no C4? À perfeição, o que nos deixa mais uma vez em aplausos à Citroën pela calibração eletrônica da caixa. Em um trecho sinuoso, mas plano, o câmbio parecia responder às ondas cerebrais quanto a reduzir marchas nas entradas de curva e saber qual delas usar em suas saídas, enquanto mantinha os 151 cv à disposição nas retas — não usamos o modo manual de propósito e não fez falta alguma. Uma grande diferença para o câmbio de quatro marchas e comportamento nem sempre previsível do anterior C4 Pallas.

 

Citroen C4 Lounge Tendance
Citroen C4 Lounge Tendance

 
A calibração do câmbio automático tem-se mostrado um destaque do C4: seja em
modo normal ou esportivo, a caixa aplica sempre as marchas que se desejam

 

No período foram feitos também os testes de consumo em trajetos-padrão urbanos, tanto o leve (sem uso de ar-condicionado e com vias desimpedidas) quanto o mais exigente, com ar-condicionado a pleno, muitas paradas e baixa velocidade média, que simula o tráfego congestionado. Como se vê na tabela comparativa abaixo, as marcas de 7,5 e 4 km/l com álcool (na ordem) são coerentes com as das medições com gasolina: em ambos os casos o rendimento por litro ficou pouco acima de 70% do registrado com o derivado do petróleo.

O uso prático na semana levou a outras médias com álcool, a melhor delas (8,9 km/l) em viagem a 110 km/h, com ar acionado, o que é adequado às características do carro. Contudo, a medição precisa de consumo rodoviário — no trajeto-padrão a 120 km/h — ainda está por ser feita nos dias finais de nosso convívio com o C4 Lounge, que completa um mês na próxima segunda-feira. Na sexta seguinte traremos o consumo que falta e a conclusão final da avaliação.

Atualização anterior

 

Último período

7 dias

672 km

Distância em cidade 224 km
Distância em rodovia 448 km
Tempo ao volante 14h 17min
Velocidade média 47 km/h
Consumo médio (álcool) 6,3 km/l
     Melhor marca média 8,9 km/l
     Pior marca média 4,0 km/l
Indicações do computador de bordo

 

Desde o início

26 dias

2.506 km

Distância em cidade 816 km
Distância em rodovia 1.690 km
Tempo ao volante 53h 18min
Velocidade média 47 km/h
Consumo médio (gasolina) 9,3 km/l
     Melhor marca média 12,5 km/l
     Pior marca média 5,5 km/l
Consumo médio (álcool) 6,3 km/l
     Melhor marca média 8,9 km/l
     Pior marca média 4,0 km/l
Indicações do computador de bordo

 

Consumo em trajetos-padrão

Trajeto

Com gasolina

Com álcool

Leve em cidade 10,4 km/l 7,5 km/l
Exigente em cidade 5,5 km/l 4,0 km/l
Em rodovia 12,3 km/l ND
Indicações do computador de bordo; ND = não disponível

 

Preço

Sem opcionais R$ 66.990
Como avaliado R$ 68.680
Preços públicos vigentes em 13/11/13

 

 

Ficha técnica

Motor
Posição transversal
Cilindros 4 em linha
Comando de válvulas no cabeçote
Válvulas por cilindro 4, variação de tempo
Diâmetro e curso 85 x 88 mm
Cilindrada 1.998 cm³
Taxa de compressão 10,8:1
Alimentação injeção multiponto sequencial
Potência máxima (gas/álc.) 143/151 cv a 6.250 rpm
Torque máximo (gas./álc.) 20,2/21,7 m.kgf a 4.000 rpm
Transmissão
Tipo de câmbio e marchas automático / 6
Tração dianteira
Freios
Dianteiros a disco ventilado
Traseiros a disco
Antitravamento (ABS) sim
Direção
Sistema pinhão e cremalheira
Assistência eletro-hidráulica
Suspensão
Dianteira independente, McPherson, mola helicoidal
Traseira eixo de torção, mola helicoidal
Rodas
Dimensões 17 pol
Pneus 225/45 R 17
Dimensões
Comprimento 4,621 m
Largura 1,789 m
Altura 1,505 m
Entre-eixos 2,71 m
Capacidades e peso
Tanque de combustível 60 l
Compartimento de bagagem 450 l
Peso em ordem de marcha 1.414 kg
Desempenho
Velocidade máxima (gas.) 211 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h (gas.) 9,5 s
Dados do fabricante; consumo não disponível