VW Tiguan ganhará retoques, híbrido e esportivo R

 

A Volkswagen prepara uma reforma visual, versão híbrida com recarga externa (plug-in) e pacote de alto desempenho R para o Tiguan (na foto o modelo R-Line atual). No utilitário esporte, vendido também no Brasil, o sistema híbrido é esperado há tempos: foi em 2015 que a VW mostrou o conceito GTE.

 

 

 

A opção acabou sendo lançada em 2019 apenas na China, onde o Tiguan existe na versão alongada L, combinando motor turbo a gasolina de 1,4 litro, motor elétrico e transmissão de dupla embreagem. Com 208 cv e 40,8 m.kgf na operação conjunta, o Tiguan L híbrido acelera de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos com velocidade máxima limitada a 200 km/h. A bateria de lítio-íon do modelo asiático, de 12,1 kWh, permite rodar 52 km em modo elétrico ou 860 km se combinada ao combustível, segundo os padrões locais.

 

 

As mudanças visuais no Tiguan incluem faróis que lembram os do novo Golf, grade dianteira, lanternas traseiras e os para-choques, além de detalhes internos. Na versão esportiva Tiguan R, espera-se o uso do motor turbo de 2,0 litros com mais de 300 cv e tração integral.

Texto da equipe – Fotos: divulgação