VW no Salão: T-Cross, Polo GTS, híbridos e elétricos

 

Ao lado da picape conceitual Tarok, um dos destaques do Salão do Automóvel de 2018, a Volkswagen expõe o utilitário esporte compacto T-Cross, novas versões de produtos conhecidos e um carro-conceito elétrico.

O T-Cross deriva da plataforma MQB A0, que serve a Polo e Virtus. As vendas devem começar em abril de 2019 com produção em São José dos Pinhais, PR, e motores turbo flexíveis de 1,0 litro (116 cv com gasolina, 128 cv com álcool) e 1,4 litro (150 cv), com opção de caixa automática de seis marchas.

 

Entre os conteúdos estarão quadro de instrumentos digital, chave presencial, central de áudio com tela de 8 pol, sistema de áudio Beats, faróis de leds, monitor frontal com frenagem automática, assistente de estacionamento, monitor de fadiga do motorista, seletor de modos de condução, bloqueio eletrônico do diferencial, saída de ar-condicionado para o banco traseiro e teto solar panorâmico. Todas as versões virão com controle eletrônico de estabilidade, freios a disco nas quatro rodas, bolsas infláveis laterais dianteiras e de cortina, monitor de pressão dos pneus e luzes diurnas por leds. O porta-malas varia entre 373 e 420 litros conforme a posição do encosto traseiro.

 

 

O carro-conceito ID Crozz, que vem ao Brasil pela primeira vez, prevê um modelo para produção em 2020. A ideia do carro, revelado no Salão de Xangai (China) em 2017, foi somar elementos de cupê e utilitário esporte. Ele usa dois motores elétricos: um junto ao eixo dianteiro, com 101 cv, e outro no eixo traseiro com 201 cv. Assim obtém tração integral. Ele tem velocidade máxima de 180 km/h e autonomia de 500 km entre recargas. Com carregador de 150 kWh, a bateria leva 30 minutos para recarregar em 80%.

 

Polo e Virtus aparecem na versão de conceito GTS, que chega em breve à produção. A sigla faz os quarentões lembrarem-se do Gol GTS, esportivo feito entre os modelos 1987 e 1994 da primeira geração do Gol. Ambos receberam o motor 250 TSI turbo de 1,4 litro, com 150 cv e torque de 25,5 m.kgf; novos detalhes de acabamento e rodas de 18 pol.

 

 

Entre versões híbridas e elétricas, uma tem chegada ao Brasil marcada para 2019: o Golf GTE, à esquerda, que combina motor turbo de 150 cv a um elétrico de 102 cv para potência combinada de 204 cv. Ele está ao lado do E-Golf, elétrico, e do híbrido Passat GTE (à direita), que associa 156 cv do motor 1,4 turbo a 115 do elétrico para 219 cv combinados.

 

Outra versão de conceito é a Amarok V6 Concept. A picape ganhou cor laranja, detalhes em preto, molduras nos para-lamas, captação elevada de ar para o motor e rodas de 17 pol com pneus 285/70 de uso misto.

Mais novidades do Salão de São Paulo 2018