VW Golf: versão a gás natural emite 25% menos CO2


Depois das versões comuns, de quatro esportivos (GTI, GTI Clubsport, GTE e GTD) e da perua Variant, o que faltava ao Volkswagen Golf de oitava geração era a opção TGI, movida a gás natural, combustível que representa boa economia também na Europa. Agora não falta mais.


O novo Golf TGI, disponível como hatch e Variant, usa tanques com capacidade de 17,3 kg ou 115 litros de gás, que se somam a um pequeno tanque de 9 litros de gasolina para uso emergencial. A VW anuncia autonomia total de 400 km pelo ciclo WLTP. O motor é o conhecido TSI turbo de 1,5 litro, mas com 130 cv ao usar gás. Segundo a fábrica, o uso de gás reduz em 25% as emissões de gás carbônico (CO2) em relação à gasolina, além de emitir menos monóxido de carbono (CO) e óxidos de nitrogênio (NOx) e muito pouco material particulado.

Texto da equipe – Fotos: divulgação