Volkswagen Up sai de cena na Argentina: e no Brasil?


O fim de produção do Volkswagen Up parece estar próximo. O menor modelo da marca fabricado no Brasil deixa de ser vendido na Argentina, onde estava disponível desde o lançamento por aqui, em 2014. Agora, o Uruguai será o único mercado de exportação do carro nacional.


No Brasil, a linha de versões do Up foi simplificada mais uma vez para o modelo 2021 com o fim da versão Xtreme. Restaram as opções MPI (acima), com motor aspirado de até 82 cv e preço de R$ 51.590, e Connect 170 TSI (abaixo), com o turbo de até 105 cv por R$ 57.090. Ambas seguem homologadas para quatro lugares, medida tomada na linha 2020 para o fabricante não precisar instalar cinto de segurança de três pontos no meio do banco traseiro, como exigido aqui e na Argentina.


De janeiro a setembro, apenas 6.509 unidades do Up foram emplacadas no Brasil, uma fração dos 46.300 carros do Gol e 30.871 do Polo, por exemplo. A fábrica de Taubaté, no interior paulista, onde o Up é fabricado, terá em breve novo anúncio de investimento para adotar a plataforma MQB na linha de produção, o que permitirá produzir ali o Polo, somando esforços à fábrica Anchieta de São Bernardo do Campo, SP. Pode ser o último suspiro o Up nacional? A conferir.

Texto da equipe – Fotos: divulgação