Volkswagen: o T-Cross nacional, SUV derivado do Polo

 

A Volkswagen revela hoje com eventos em São Paulo, Amsterdã (Holanda) e na China o T-Cross, seu novo utilitário esporte compacto, que estará em duas semanas em nosso Salão do Automóvel. Muitas informações haviam sido divulgadas desde julho, aqui e na Europa, mas faltava conhecer seu desenho definitivo. Depois do modelo europeu (veja no fim da página), o Best Cars agora traz fotos e mais informações da versão brasileira.

 

 

O T-Cross é derivado da plataforma MQB A0, que serve a Polo e Virtus. O modelo para o Brasil mede 4,19 metros de comprimento, em vez de 4,11 m do europeu, com entre-eixos de 2,65 m. O SUV competirá com Honda HR-VHyundai CretaJeep Renegade e Nissan Kicks, entre outros. As vendas devem começar em abril de 2019. Além de São José dos Pinhais, PR, ele terá fabricação na China e na Espanha.

 

 

Entre os conteúdos disponíveis também no Brasil estarão quadro de instrumentos digital, chave presencial, central de áudio com tela de 8 pol, sistema de áudio Beats, faróis de leds, monitor frontal com frenagem automática, assistente de estacionamento, monitor de fadiga do motorista, seletor de modos de condução, bloqueio eletrônico do diferencial, saída de ar-condicionado para o banco traseiro e teto solar panorâmico. Todas as versões virão com controle eletrônico de estabilidade, freios a disco nas quatro rodas, bolsas infláveis laterais dianteiras e de cortina, monitor de pressão dos pneus e luzes diurnas por leds. O porta-malas de nossa versão será variável entre 373 e 420 litros.

Os motores confirmados para o Brasil são os turbos flexíveis de 1,0 litro (até 128 cv) e 1,4 litro (150 cv), conhecidos de produtos locais. Na Europa são o turbo de 1,0 litro, com 95 ou 115 cv, e o turbo 1,5 com 150 cv a gasolina, além de um 1,6 turbodiesel de 95 cv.

 

 

T-Cross europeu

Texto da equipe – Fotos: divulgação