Confirmado: BMW M3 tem seis cilindros, turbos e 430 cv

 

Enquanto mantém segredo sobre as linhas finais do novo M3 (apenas em versão de quatro portas), a BMW revela informações e imagens técnicas desse esportivo e do M4, o modelo de duas portas, que já tivera fotos divulgadas. A nova geração marca o retorno ao motor de seis cilindros em linha, como nas séries E36 e E46, só que associado a dois turbos, injeção direta e o sistema Valvetronic (que controla a admissão de mistura ar-combustível pela variação de curso das válvulas) para obter a eficiência que os tempos de hoje requerem.

 

 

A cilindrada não foi informada, mas sim a potência ao redor de 430 cv (eram 420 no V8 da geração anterior) e o torque “bem além” de 51 m.kgf (40,8 no modelo que acaba de sair de linha). A rotação máxima supera 7.500 rpm. O câmbio de série permanece manual de seis marchas, com aceleração interina nas reduções (como no Corvette Stingray e no Nissan 370Z), e há opção pelo automatizado de sete marchas e dupla embreagem, dotado de assistente para arrancada rápida. A direção adota assistência elétrica e oferece três programas, também válidos para a suspensão com controle eletrônico opcional. Rodas e suspensão traseira de alumínio forjado são de série; freios de carbono-cerâmica, opcionais.

O peso abaixo de 1.500 kg (1.625 no antigo quatro-portas) contribui para que o novo M3 consuma e emita CO2 em grau 25% menor que o anterior. Entre as medidas de redução de peso estão o cardã em plástico reforçado com fibra de carbono (40% mais leve que no anterior) e o teto no mesmo material também para o modelo de quatro portas (antes, só no duas-portas). As fotos mostram protótipos no Nürburgring Nordschleife, o anel norte do mítico circuito alemão, e imagens do motor, de um dos turbos, do virabrequim forjado, das suspensões e das “cortinas de ar” que fazem parte da aerodinâmica dos para-lamas. O lançamento oficial é em janeiro no Salão de Detroit.

(Atualizado em 25/9 com mais informações.)

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação