SSC Tuatara faz 508 km/h, o novo recorde de velocidade


O SSC Tuatara marcou o novo recorde de velocidade para carros de série: 508,6 km/h. O supercarro fabricado nos Estados Unidos deixou para trás no sábado, 10 de outubro, a marca estabelecida em 2017 pelo sueco Koenigsegg Agera RS (447,1 km/h), ambas acompanhadas pelo livro de recordes Guinness.


O recorde, estabelecido pelo piloto inglês de Fórmula 1 Oliver Webb, leva em conta as duas melhores passagens em direções opostas para compensar a influência do vento. As marcas anunciadas por dois outros supercarros não tiveram acompanhamento do Guinness: a de 484 km/h do Hennessey Venom F5 e a de 490 km/h do Bugatti Chiron Super Sport.


O SSC Tuatara usa motor V8 biturbo de 5,9 litros, que produz potência de 1.773 cv (1.750 hp) e torque de 177 m.kgf ao funcionar com E85, ou seja, 85% de álcool e 15% de gasolina. Apenas com gasolina ele rende 1.370 cv. O carro usa 11 trocadores de calor, incluindo os resfriadores de ar dos turbos, quatro radiadores e os trocadores de transmissão, óleo do motor, direção e ar-condicionado. A caixa é automatizada de sete marchas.


Com carroceria desenhada por Jason Castriota, ex-Pininfarina, a sofisticada aerodinâmica do SSC Tuatara prevê que a distribuição de peso entre os eixos se mantenha em 37% à frente e 63% à traseira, de forma constante, entre 240 e 500 km/h. E seria possível rodar com as janelas laterais abertas a 320 km/h com mínima turbulência.


O nome do supercarro vem de um lagarto nativo da Nova Zelândia, que teria a evolução molecular mais rápida de qualquer animal vivo. O primeiro Tuatara já foi entregue ao comprador e 99 outros estão previstos para sair da fábrica de Richland, Washington, nos EUA.

Texto da equipe – Fotos: divulgação