Como será a Toyota Hilux 2021, renovada e mais potente

 

A Toyota prepara mais uma reestilização frontal para a Hilux 2021, que a concessionária Milele Motors de Dubai divulgou antes da hora. Como o mesmo desenho deve ser aplicado à picape argentina que temos no Brasil, talvez ainda este ano, o parceiro Jonathan Machado do canal Compara Carros elaborou projeções para o Best Cars.

 

 

A nova frente da Hilux adota um estilo imponente, no qual a grade inclui a tomada de ar acima da placa de licença. Ela também avança mais sobre os faróis, que terão duas versões: uma com leds (projeção acima) e outra com refletor comum e lâmpadas halógenas. Se seguir o padrão da picape atual, apenas a versão de topo SRX terá os faróis de leds. As lanternas traseiras, também com leds ao menos em parte da linha, são as únicas novidades na parte posterior.

 

 

No interior, a Toyota enfim aplicará à Hilux a central de áudio com interface para celular por Apple Car Play e Android Auto, como em vários automóveis da marca. Espera-se também a adoção do pacote de itens de segurança Safety Sense, com controlador de distância à frente e frenagem automática de emergência, recursos já oferecidos na concorrente Ford Ranger.

 

 

Outra boa novidade da Hilux 2021 será um aumento de potência para o motor turbodiesel de 2,8 litros, que recebe alterações para fazer frente à concorrência e para atender a normas de emissões mais severas. De acordo com o site Carsguide, o motor deve passar de 177 para 204 cv e o torque subirá de 45,9 para 47,9 m.kgf. Se ainda não será a picape a diesel mais potente da categoria (a Volkswagen Amarok V6 tem 224 cv e deve passar a 258 cv em breve), a da Toyota já deixará para trás a Ranger e a Chevrolet S10, que têm 200 cv. Além disso, a Hilux tem a opção de motor V6 a gasolina de 4,0 litros e 234 cv na versão GR Sport.

 

Texto da equipe – Fotos: projeções de Jonathan Machado/Compara Carros sobre fotos de divulgação