Salão: Ford expõe Evos e versão Boss 302 do Mustang

 

A Ford trouxe ao Salão dois carros para sonhar, um deles em produção, outro de conceito. O estudo é o Evos, de propulsão híbrida. Seu desenho em estilo sedã-cupê futurista se destaca pelas quatro portas em padrão asa de gaivota, mas a principal novidade do carro consiste em seu sistema de infoentretenimento. Com ligação à internet, fornece informações do tráfego à frente, condições meteorológicas e de trânsito, caminhos alternativos (pode-se escolher entre o mais rápido ou o mais interessante) e acesso a redes sociais. O carro ainda faz uma leitura instantânea das condições físicas do motorista, como batimentos cardíacos, e em função dos dados obtidos ajusta temperatura interna, música ambiente e ritmo de condução.

 

 

 

Já é tradicional a exibição de um Mustang em São Paulo, e não seria diferente este ano. O Mustang Boss 302 nasceu em 1969 e conquistou uma legião de admiradores. Depois de um longo hiato a versão foi reapresentada em 2010 e voltou ao mercado como linha 2012, disponível em versões de rua e pista. O motor é um V8 de 5,0 litros, o que equivale em polegadas cúbicas a 302; daí o nome da versão. Sua potência é de 444 cv. O estilo do carro atual foi bastante inspirado no modelo que deu origem ao nome, com faixas pretas sobre o capô e nas laterais e a mesma logotipia de 1969 nos para-lamas dianteiros. Saídas de ar no capô, aerofólio traseiro na cor preta, novo para-choque dianteiro e grade com o tradicional pônei sobre a barra tricolor nas cores norte-americanas completam o estilo. A transmissão tem seis marchas e diferencial autobloqueante e, para ajudar a parar o carro, há freios especiais Brembo. No interior, bancos Recaro e um indicador do desempenho na aceleração e das forças laterais e longitudinais em g. O carro vem com duas chaves: uma preta para uso “normal” na rua e outra vermelha, que automaticamente ajusta o carro para condições de uso em pista.

 

Texto: José Geraldo Fonseca – Fotos: Fabrício Samahá