Salão: Chrysler tem Viper, Charger, Durango e mais

 

A nova geração do Viper (agora um modelo da divisão SRT, não mais da Dodge) é o destaque, mas não a única atração da Chrysler no Salão do Automóvel. A empresa expõe também o Dodge Charger e o Jeep Grand Cherokee SRT e lança o Dodge Durango, entre outros modelos.

O Viper GTS mostra um estilo imponente, que remete às duas gerações anteriores, e esbanja potência no motor V10 de 8,4 litros: são 648 cv e 82,9 m.kgf, o maior torque de um carro com aspiração natural hoje em produção normal. O câmbio é manual de seis marchas.

 

 

O Charger SRT (acima), que foi redesenhado na linha 2011, é um sedã esportivo com 5,09 m de comprimento capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos e chegar a 280 km/h. O motor Hemi V8 de 6,4 litros fornece 478 cv e 65 m.kgf às rodas traseiras, com câmbio automático de cinco marchas. Também da divisão SRT é o Grand Cherokee, no qual o mesmo motor do Charger permite 0-100 em menos de 5 segundos e máxima de 257 km/h. Tem tração integral e rodas de 20 pol.

 

 

Como lançamento, a divisão Dodge destaca o utilitário esporte Durango (abaixo), de grande porte e sete lugares.   Ele é dotado de suspensão independente nas quatro rodas, tração integral permanente, motor Pentastar V6 de 3,6 litros e 286 cv e câmbio automático de cinco marchas. Será oferecido em duas configurações, Crew e Citadel.

 

 

A primeira traz ar-condicionado de três zonas, bancos de couro, dianteiros com ajuste elétrico, câmera de estacionamento traseiro, sistema multimídia com DVD e HD interno de 30 Gb, rodas de 18 pol e tampa traseira com acionamento elétrico. A versão Citadel acrescenta bancos dianteiros ventilados, faróis de xenônio, rodas de 20 pol, teto solar elétrico e volante com aquecimento. As vendas começam em dezembro.

O Grand Cherokee a diesel, por sua vez, chega no ano que vem com a sigla CRD e na configuração Limited, de topo. O motor italiano, da renomada VM Motori, é um V6 de 3,0 litros que produz 241 cv e 56 m.kgf. O modelo tem câmbio automático de cinco marchas, tração integral permanente Quadra-Trac II e comando Select-Terrain, que prepara o veículo para vários tipos de terreno.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: autor e divulgação