Sai V12, entra motor elétrico no próximo BMW Série 7

 

O próximo BMW Série 7 terá apenas motor elétrico em sua versão mais potente, confirmou o presidente do conselho de administração da empresa Oliver Zipse. Para alívio dos que não aceitariam o sedã bávaro sem um motor a combustão, versões a gasolina, a diesel e híbrida com recarga externa (plug-in) também serão oferecidas, mas o tradicional V12 oferecido no modelo desde 1986 passará à história. Nas fotos, o carro atual.

 

 

 

O novo Série 7 deve estrear na linha 2022. A versão elétrica, que pode se chamar i7 ou não, terá escolha entre motor de 530 cv (o mesmo do i4), com bateria de 80 kWh, e motor de mais de 650 cv e bateria de 120 kWh, com a qual poderá rodar 700 km entre recargas. Isso o deixará mais potente que o Série 7 de topo da linha atual, o M760i, que usa motor V12 biturbo a gasolina de 6,6 litros para obter 600 cv e torque de 86,7 m.kgf. Apesar da expectativa de peso elevado pela bateria, o Série 7 elétrico mais potente deverá acelerar ainda mais rápido que o M760i, que faz de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos com máxima de 305 km/h.

A BMW não estará sozinha no segmento: além do consagrado Tesla Model S, o novo Série 7 enfrentará a versão de produção do Mercedes-Benz EQS, uma alternativa elétrica ao Classe S que já apareceu como conceito.

Texto da equipe – Fotos: divulgação