Renault Kwid: zero estrela em teste de colisão do NCap

 

O Renault Kwid, que teve sua produção confirmada no Brasil, chega com um histórico preocupante em termos de segurança: o teste de colisão com modelos indianos pelo instituto independente Global NCap atribuiu-lhe zero estrela (entre cinco possíveis) na proteção ao ocupante adulto, mesmo na versão equipada com bolsa inflável para o motorista (em vermelho na foto), item opcional na Índia. Não há opção pela bolsa do passageiro naquele mercado, embora seja obrigatória no Brasil. A proteção a criança obteve duas estrelas.

 

 

Este foi o segundo teste do NCap com o Kwid, que na avaliação anterior apresentou “colapso da estrutura do compartimento de passageiros”, segundo o instituto. Dessa vez a estrutura se mostrou mais resistente, mas ainda foi considerada “instável” e incapaz de suportar cargas maiores. “É possível ver os reforços estruturais implementados nesta versão, mas quando checamos o lado do passageiro (esquerdo na Índia), não havia reforços: apenas no lado do motorista”, informou o órgão, segundo o qual a Renault anunciou novos aprimoramentos no modelo para o futuro.

O Kwid não está sozinho no mau resultado: Hyundai Eon (hatch), Mahindra Scorpio (utilitário esporte) e os modelos Eeco (minifurgão) e Celerio (hatch) da Suzuki Maruti, todos sem qualquer bolsa inflável, também receberam zero na proteção de adulto. O Celerio teve uma estrela na proteção de criança, e os demais modelos, duas estrelas.

 

NCap India

Texto da equipe – Fotos: divulgação