Renault Captur indiano tem faróis de leds e motores 1,5

 

O Renault Captur chega ao mercado indiano. A versão produzida em Chennai segue a fabricada no Brasil e o Kaptur russo, com plataforma do Duster e 2,67 metros entre eixos, maior que o Captur francês. Como aqui, o vão livre do solo de 21 cm é um argumento de vendas na Índia, onde o Captur recebe faróis de leds com luzes de direção dinâmicas (percorrem uma linha de leds para sinalização) na versão de topo Platine, mas tem bolsas infláveis apenas frontais (um algo a mais no país, onde muitos carros não trazem nenhuma). Os motores por lá são de 1,5 litro, tanto a gasolina (106 cv) quanto turbodiesel (110 cv), com caixa manual. No Brasil e na Rússia há opção pelo de 2,0 litros e, no país europeu, por tração integral.

 

 

Texto da equipe – Foto: divulgação