Renault Arkana ganha a Europa com mecânica híbrida

Renault Arkana ganha a Europa com mecânica híbrida



De início fabricado apenas na Rússia para consumo local, o Renault Arkana é agora anunciado para todo o mercado europeu a partir do primeiro semestre de 2021. O elegante modelo derivado do Captur, com formato fastback combinado à altura de rodagem típica de um SUV, recebeu para isso uma mecânica híbrida e até nova plataforma.

Renault Arkana ganha a Europa com mecânica híbrida



Isso mesmo: os mercados mais exigentes da Europa terão um carro similar em desenho, mas baseado na arquitetura modular CMF-B (a mesma do Clio e do Captur de última geração) e produzido na Coreia do Sul pela Renault-Samsung, que o vende desde fevereiro naquele mercado com o nome XM3. Além disso, os franceses vão oferecer três versões híbridas: TCE 140, TCE 160 (ambas com motor turbo de 1,3 litro a gasolina, de 140 e 160 cv, com auxílio elétrico) e E-Tech, que associa dois motores elétricos ao 1,6 a gasolina. Segundo a Renault, o sistema E-Tech permite rodar em modo elétrico por 80% da condução urbana.

Renault Arkana ganha a Europa com mecânica híbrida
Renault Arkana ganha a Europa com mecânica híbrida



O Arkana para toda a Europa também ganha um acabamento esportivo, o RS Line, com para-choques e rodas diferentes, opção de cor laranja e interior com detalhes em vermelho. A central de áudio Easy Link pode ter tela de até 9,3 polegadas. O fastback não seria competitivo no exigente mercado sem uma ampla gama de assistências, que inclui ajuda para estacionar, condução semiautônoma, frenagem de emergência e câmeras de 360 ​​graus.

Renault Arkana ganha a Europa com mecânica híbrida

Texto da equipe – Fotos: divulgação