Range Rover HST usa compressor elétrico em 6-cilindros

 

O Range Rover Sport HST é o primeiro modelo da Jaguar Land Rover com um novo motor Ingenium a gasolina, que associa compressor de acionamento elétrico e turbo. A vantagem da solução aplicada ao seis-cilindros em linha (configuração que está voltando, como já ocorreu na Mercedes-Benz) de 3,0 litros é que o compressor aumenta a potência de modo imediato em baixas rotações (alcança 120.000 rpm em meio segundo), enquanto o turbo cumpre seu papel em regimes mais altos.

 

 

Com isso, o HST obtém 395 cv e torque de 56,1 m.kgf para acelerar de 0 a 100 km/h em cerca de 6 segundos. Comparado ao V6 anterior, ele emite 12% menos CO2 e 75% menos particulados. O sistema elétrico passa a 48 volts, como outras marcas têm adotado, porque o carro usa um sistema híbrido leve para armazenar a energia regenerada em frenagens. Não se trata de um híbrido com recarga externa, como o Sport PHEV, nem está apto a rodar apenas com motor elétrico em ação.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação