Range Rover Evoque: o que se sabe da próxima geração

 

Um dos carros de maior sucesso da Land Rover nos últimos tempos prepara-se para mudar de geração: o Range Rover Evoque (na foto o atual), que passa à segunda no próximo ano, 11 anos após a primeira ser revelada como o conceito Land Rover LRX. De acordo com as informações da revista inglesa Autocar, não se esperam surpresas no estilo, que deve seguir a linha básica do atual e buscar elementos do “irmão” mais novo Velar, como as maçanetas retráteis. As maiores novidades virão na mecânica.

 

 

A Jaguar Land Rover anunciou que todo lançamento seu a partir de 2020 será eletrificado, ou seja, híbrido ou elétrico. Embora o Evoque chegue antes, uma versão híbrida leve deve ser lançada mais adiante com motor Ingenium a gasolina, de 1,5 litro e três cilindros, auxiliado por um elétrico em sistema de 48 volts. Uma combinação de diesel/elétrico também estaria nos planos. Esses conjuntos poderão ser aproveitados em outros modelos como grupo com plataforma semelhante, o LR Discovery Sport e o Jaguar E-Pace. Os atuais motores de 240 a 300 cv a gasolina e de 150 a 240 cv a diesel devem ser mantidos. Uma versão apenas elétrica estaria descartada por enquanto.

O Evoque pouco muda em dimensões, mas recebe suspensão traseira mais evoluída (a do atual foi herdada do extinto Freelander). No interior, soluções compartilhadas com o Velar devem incluir duas telas no console. A versão de três portas parece condenada, pois hoje a de cinco responde por 95% da produção, segundo fontes da Autocar. Já o conversível deve continuar em linha, ao lado do novo modelo fechado, até a provável substituição daqui a alguns anos.

 

Evoque atual

 

Velar

Texto da equipe – Fotos: divulgação