Peugeot Onyx: V8 e elétrico somam 680 cv

Peugeot Onyx: V8 e elétrico somam 680 cv

 

Peugeot Onyx: V8 e elétrico somam 680 cvA Peugeot anunciou informações técnicas do conceito Onyx, elaborado para o Salão de Paris, que o Best Cars havia revelado na terça-feira. O supercarro traz propulsão híbrida que combina motor V8 a diesel de 3,7 litros, com potência de 600 cv e tração traseira, a um pequeno motor elétrico que adiciona até 80 cv nas acelerações. Sua energia vem da bateria de íon de lítio recarregada pelo sistema regenerativo em frenagens. Não foi previsto modo de direção apenas elétrico.

Se as formas ousadas e intimidadoras do Onyx dispensam comentários, vale citar alguns recursos. As portas se afastam ligeiramente da carroceria, no ponto de articulação, antes de serem abertas para melhorar o acesso. Arcos de alumínio e o teto em “dupla bolha” buscam uma associação com o mais esportivo Peugeot hoje em produção, o cupê RCZ, e as rodas de 20 pol usam pneus 275/30 na dianteira e 345/30 na traseira.

 

Peugeot Onyx: V8 e elétrico somam 680 cv

 

O Onyx mede 4,65 metros de comprimento, nada menos que 2,20 m de largura e apenas 1,13 m de altura e pesa muito pouco em vista da mecânica adotada, 1.100 kg. A Peugeot informa o uso de fibra de carbono na estrutura e de sistemas como freios de carbono e suspensão regulável pelo comando do motorista. No interior, o objetivo foi envolver os ocupantes com o desenho futurista e materiais que dispensam emendas e costuras. A inspiração da empresa foi, curiosamente, uma caixa de ovos. No painel foi usada a chamada “madeira de jornal”, obtida a partir de papéis velhos.

Para quem não está habituado à ideia de um Peugeot com tal patamar de potência, vale lembrar que a marca já criou numerosos carros-conceito de alto desempenho, como o Quasar, o Proxima (ambos com 600 cv), o Oxia (680 cv), o 907 (500 cv) e o 908 RC (700 cv).

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação