Peugeot confirma produção do novo 208 na Argentina

 


A Peugeot confirma que o novo 208 será fabricado em Palomar, na Argentina. A segunda geração do hatch compacto, revelada na Europa em março, entra em linha no país vizinho no próximo ano e de lá chegará ao mercado brasileiro, renovando os argumentos da marca francesa diante dos novos Chevrolet Onix e Hyundai HB20, do Volkswagen Polo e do Fiat Argo, entre outros recentes adversários.

 

 

 

No estilo do novo 208, o destaque está nas “presas” de felino que descem dos faróis e alojam luzes diurnas de leds, enquanto a traseira segue a tendência de interligar as lanternas, no caso com plástico preto. As versões GT e GT Line recebem faróis de leds e rodas de 17 pol. O interior mantém o quadro de instrumentos elevado, agora digital e configurável, e se inspira no 3008 e no 5008 em detalhes como os comandos do painel e a alavanca de transmissão. No modelo francês o freio de estacionamento passa a ser elétrico e há muitas assistências ao motorista, como controlador de distância à frente, monitor dessa distância com frenagem automática, assistentes de faixa e de estacionamento, leitor de placas da via, alerta de ponto cego e monitor de atenção do condutor.

 

 

 

O novo 208 baseia-se na inédita plataforma Common Modular Platform (CMP), que permitiu maior rigidez estrutural com peso menor que o anterior em 30 kg. Os motores iniciais na Europa são de 75, 100 e 130 cv a gasolina e de 100 cv a diesel, com opção de caixa automática de oito marchas para os dois mais potentes a gasolina. A versão elétrica E 208 GT tem 136 cv e alto torque (26,5 m.kgf), para acelerar de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos, e pode rodar 340 km entre recargas (pelo padrão WLTP) com a bateria de 50 kWh. Com carregador rápido, 80% da carga são obtidos em meia hora.

Texto da equipe – Fotos: divulgação