Ford Escort retorna, agora como sedã simples na China

Ford Escort 16

 

Um dos nomes mais longevos da história da Ford retorna à cena: Escort, que denominou um modelo europeu de 1968 a 2002, um norte-americano de 1981 a 2003 e um brasileiro de 1983 a 2003. Como já se esperava desde o Salão de Xangai do ano passado, quando ele apareceu em versão conceitual, o carro que traz a designação Escort de volta ao mercado é um sedã médio de linhas discretas, lançado no Salão de Pequim para o mercado chinês, mas que pode encontrar espaço em outros países (quem sabe também no Brasil, como alternativa a Cobalt, Grand Siena, Etios e Versa?).

 

 

Desenhado em parceria entre centros da marca na China e na Austrália, o novo Escort pretende atender a consumidores que buscam “um sedã com estilo, sem parecer arrogante ou pretensioso”, nas palavras da Ford. A plataforma é a conhecida C do Focus, mas o motor de 1,5 litro e 16 válvulas é similar ao usado pelo Fiesta brasileiro, só que dotado de variação de tempo das válvulas. As fotos mostram uma alavanca de câmbio automático, sendo provável o uso do automatizado Powershift de dupla embreagem e seis marchas. Não foram revelados dados técnicos por enquanto.

Mais do Salão de Pequim

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação