Octavia RS de até 245 cv mostra lado emocional da Skoda

 

A fábrica tcheca Skoda costuma ser vista como um braço mais racional do grupo Volkswagen, uma marca de carros práticos e acessíveis, mas sem grande envolvimento. Isso muda quando se trata de versões “quentes” como o Octavia RS, disponível como hatch cinco-portas e perua, que acaba de se integrar à nova geração do modelo lançada em novembro.

 

 

 

Colega de plataforma do VW Golf, o Octavia RS agora pode ter três opções de motores: TSI turbo a gasolina de 2,0 litros, com 245 cv e torque de 37,7 m.kgf; TDI turbodiesel de mesma cilindrada, com 200 cv e 40,8 m.kgf (único a oferecer opção de tração integral); e o híbrido gasolina/elétrico RS IV, que conserva os 245 cv, mas alcança o torque da versão a diesel por meio de auxílio elétrico. Assim, o TSI acelera de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos, o TDI de tração integral faz em 6,8 s e o híbrido (mais pesado) cumpre em 7,3 s.

 

 

O pacote esportivo do Octavia RS inclui transmissão manual de seis marchas ou DSG de dupla embreagem e sete marchas, rodas de 18 pol, suspensão mais firme e baixa (com opção de controle eletrônico de amortecedores), para-choques diferenciados e faróis LED Matrix com facho adaptativo. O interior usa bancos esportivos, revestimentos em couro e camurça sintética e painel digital.

 

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação