Novo Mercedes GLA: mais alto e com assistente inédito

 

A segunda geração do Mercedes-Benz GLA, que tem lançamento marcado para 11 de dezembro, aparece em fotos de fábrica ainda com disfarces. O modelo de entrada da linha de SUVs da marca (que já inclui GLB, GLC, GLE e GLS, além do jipe de luxo Classe G) deve ganhar novos recursos para uso fora de estrada, o que justifica o ambiente das imagens. Ficará também mais alto em pelo menos 10 cm, repetindo a estratégia da BMW com seu concorrente X1 quando passou à segunda geração. O entre-eixos cresce 3 cm, mas o comprimento diminui em 2 cm. O espaço dos passageiros de trás é beneficiado também pelo novo ajuste longitudinal do assento. O painel adota telas para os instrumentos e a central de áudio, como em outros Mercedes.

 

 

 

Entre os sistemas de assistência, além dos habituais para controlar distância e faixa da via e estacionar, o GLA deve trazer um detector de pessoas perto de faixas de pedestres, para que o motorista seja informado e possa antecipar sua parada. A linha de motores, além das conhecidas unidades a gasolina de 1,3 e 2,0 litros e a diesel de 1,5 e 2,0 litros, deve abranger o híbrido com recarga externa GLA 250 E, de 218 cv, com a mesma mecânica de A e B 250 E. Uma versão apenas elétrica não está descartada. Também virão os esportivos AMG GLA 35 (306 cv), 45 (382 cv) e 45 S (421 cv). Desde a estreia em 2014, quase um milhão de GLAs ganharam as ruas mundo afora.

Texto da equipe – Fotos: divulgação