Novo Land Rover Defender: os recursos, preços e conteúdos

 

O novo Land Rover Defender entra em pré-venda no Brasil, onde estreia na versão 110 P300 com motor turbo a gasolina de 2,0 litros com 300 cv e torque de 40,8 m.kgf. São 150 unidades disponíveis para reserva, com preços que começam em R$ 400.750 na versão S sem opcionais. O acabamento SE custa a partir de R$ 426.750 e o topo de linha HSE parte de R$ 461.150. Em todas as versões a Land Rover oferecerá quatro pacotes de acessórios.

 

 

Com o clássico jipe, que foi produzido de 1948 a 2016 com o mesmo desenho básico, o novo Defender mantém apenas uma inspiração visual. Ele agora é um SUV luxuoso e repleto de recursos técnicos, como o “capô transparente”, a central de áudio Pivi Pro, quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas e o novo seletor de modos de condução Terrain Response II, configurável. A transmissão ZF automática de oito marchas envia o torque à tração integral com diferencial central com travamento ativo. O modelo é fabricado em Nitra, na Eslováquia, onde o Discovery também é feito.

 

 

O SUV tem sete lugares e capacidade de bagagem de 2.233 litros (atrás da primeira fila de bancos), 916 litros (atrás da segunda) ou 231 litros (atrás da terceira). De acordo com a marca, o novo Defender acelera de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos. A nova arquitetura D7X da Land Rover usa construção monobloco de alumínio. Ela é dez vezes mais rígida do que a do Defender anterior. A suspensão a ar de série, novidade no modelo, inclui controle eletrônico de amortecimento e pode elevar a carroceria em até 145 mm.

 

 

O seletor Terrain Response 2 habilita o motorista a ajustar as configurações individuais para as condições de terreno ou deixar em modo automático. O Defender oferece 291 mm de distância do solo (20 mm mais alto do que em qualquer SUV da Land Rover) e, no modelo 110, ângulos de aproximação, partida e saída de 38, 28 e 40 graus, na ordem. A capacidade de transposição em trechos alagados é de até 900 mm e a capacidade de reboque chega a 3.500 kg.

 

 

O “capô transparente” ou Clear Sight Ground View consiste em mostrar, na tela central, as áreas normalmente escondidas pelo capô logo à frente das rodas dianteiras. Também é possível ter uma visão traseira livre de obstáculos no retrovisor interno. Os sistemas do carro são capazes de receber atualizações remotas em casa, pela internet. A central de áudio Pivi Pro usa uma interface mais intuitiva, com menos passos para executar tarefas frequentes. Em termos de assistências ao motorista, o novo Defender dispõe de controlador de distância à frente e monitores de colisão traseira e de pontos cegos nas laterais.

 

 

Confira os preços e principais equipamentos de série de cada versão:

Defender S P300 (R$ 400.750) – Faróis de leds, rodas de alumínio de 19 pol com pneus 255/65, ar-condicionado de duas zonas, revestimento dos bancos em couro e tecido, bancos dianteiros com ajuste elétrico de encosto, suspensão a ar com controle eletrônico, assistente de manutenção de faixa, controle de estabilidade, freio de estacionamento elétrico, detector de profundidade em áreas alagadas, central de áudio Pivi Pro com tela de 10 pol, quadro de instrumentos digital, sistema de áudio de 180 W com  integração a Apple Car Play e Android Auto, simulação de capô transparente, seletor Terrain Response, assistente de estacionamento com câmeras em 360 graus.

 

 

• Defender SE P300 (R$ 426.750) – Como o S mais assistente de farol alto, rodas de 20 pol com pneus 255/60, retrovisor interno com imagem de câmera, revestimento dos bancos em couro, bancos dianteiros com ajustes elétricos e memória, sistema de áudio Meridian de 400 W, sensor de pontos cegos, monitor de tráfego traseiro, ajuste elétrico do volante.

• Defender HSE P300 (R$ 461.150) – Como o SE mais teto panorâmico, bancos dianteiros com ventilação, seletor Terrain Response 2 configurável, controlador de distância à frente, carregador de celular por indução.

Texto da equipe – Fotos: divulgação