Novo Kia K5 ou Optima: mais esportivo e com até 290 cv

 

A Kia mostra em detalhes a quinta geração do K5 (nome na Coreia do Sul) ou Optima (em mercados de exportação), que foi revelado em parte em novembro. O formato fastback, com tampa de porta-malas bem curta, deixou seu desenho mais esportivo. O sedã que compete com Ford Fusion/Mondeo, Hyundai Sonata e VW Passat, entre outros, está mais longo, largo e baixo que o antecessor e ganhou 45 mm na distância entre eixos.

 

 

 

O interior traz quadro de instrumentos digital em tela de 12,3 polegadas, central de áudio com tela de até 10,2 pol, sistema de áudio Bose com 12 alto-falantes, projeção de informações no para-brisa e numerosas assistências, como a de estacionamento, em que o carro pode ser movimentado pelo comando de um chaveiro sem o motorista a bordo. Um aplicativo faz o celular atuar como chave para acesso ao carro.

 

 

O novo K5 oferece motor turbo de 1,6 litro com 180 cv e torque de 27 m.kgf, um aspirado de 2,0 litros com 160 cv e 20 m.kgf e um de 2,5 litros com 194 cv e 25 m.kgf. Mercados como os Estados Unidos têm ainda um turbo de 2,5 litros com 290 cv e 43 m.kgf, associado a uma transmissão de dupla embreagem e oito marchas, que leva o Optima de 0 a 100 km/h em 6,6 segundos. Uma versão híbrida vem mais adiante. Haverá opção também de tração integral, provavelmente de série com o motor mais potente. No Brasil o Optima foi vendido pela última vez no modelo 2016.

Texto da equipe – Fotos: divulgação