Nissan Z Proto inspira-se no 240Z 1970, mas com V6 biturbo

Nissan Z Proto inspira-se no 240Z 1970, mas com V6 biturbo



Meio século depois do 240Z, a Nissan volta a se inspirar no clássico esportivo em um carro-conceito, o Z Proto, que anuncia um sucessor para o longevo 370Z. É bom lembrar que o renascimento da série Z também foi previsto por um conceito nostálgico em 1999, mas a fábrica acabou optando por um desenho moderno no modelo de produção, o 350Z de 2003.

Nissan Z Proto inspira-se no 240Z 1970, mas com V6 biturbo



O Z Proto faz lembrar o 240Z nas proporções, com a cabine recuada e os dois ocupantes perto do eixo traseiro, e em muitos detalhes de estilo como a grade retangular, os faróis de forma semelhante ao alojamento do original (que tinha faróis circulares), as linhas de teto e janelas e o padrão da traseira com as lanternas em um painel preto, embora aqui se note a ligação com o 300ZX. Até a cor amarela segue uma oferecida no 240Z.

Nissan Z Proto inspira-se no 240Z 1970, mas com V6 biturbo



Com 4,38 metros de comprimento, o novo carro é 12 cm mais longo que o de meio século atrás. Já o interior nada tem de antigo, com instrumentos digitais em tela de 12,3 pol, grande central de áudio, bancos e volante atuais. Mesmo assim, os três instrumentos sobre o centro do painel remetem aos do 240Z.

Nissan Z Proto inspira-se no 240Z 1970, mas com V6 biturbo



A Nissan não abriu mão da transmissão manual e da tração traseira, mas o motor V6 do Z Proto adere ao biturbo (no 370Z é aspirado). Enquanto a fábrica omite números, pode-se imaginar que a unidade de cerca de 400 cv do Infiniti Q60 Red Sport seria boa opção para o modelo de produção, com mais de 40 cv de vantagem sobre o esportivo atual.

Nissan Z Proto inspira-se no 240Z 1970, mas com V6 biturbo

Texto da equipe – Fotos: divulgação