Nikola Badger: picape elétrica ou com pilha a combustível

 

Surge mais uma picape elétrica nos Estados Unidos, depois da Rivian R1T e da Lordstown Endurance e antes que a Tesla Cybertruck chegue ao mercado. É a vez da Nikola Badger, já disponível para encomenda, que oferece versões tanto à eletricidade habitual (obtida na rede elétrica) quanto à energia obtida do hidrogênio em uma pilha a combustível.

 

 

A Nikola Motors, sediada no Arizona, intitula-se “a Tesla do mundo das picapes” — aliás, Nikola era o primeiro nome de Tesla, o inventor homenageado pelo grande fabricante. A Badger (texugo em inglês, mais um nome de animal em veículos) tem desenho imponente, cabine dupla, 5,89 metros de comprimento e uma imensa tela para a central de áudio. A versão elétrica oferece 895 cv de potência de pico ou 450 cv em operação constante, com torque de 135,5 m.kgf, e acelera de 0 a 96 km/h em 2,9 segundos de acordo com a empresa. A capacidade de reboque anunciada está acima de 3.600 kg e a autonomia fica em 480 km.

 

 

Quem quiser rodar o dobro sem parar num posto deve optar pela versão com pilha a combustível, com a vantagem do rápido abastecimento de hidrogênio, mas com bem menos postos disponíveis. O fundador da Nikola, Trevor Milton, espeta a Tesla e sua Cybertruck ao anunciar que o evento de lançamento terá “uma picape em operação real, não uma picape falsa”, e com “interior funcional”. No entanto, a Badger ainda não tem data para as entregas começarem.

Texto da equipe – Fotos: divulgação