Minivans: Chrysler substitui Town & Country por Pacifica

Chrysler Pacifica 02

 

A linha 2017 de minivans da Chrysler marca o abandono de um nome usado desde 1989, surgido ainda na primeira geração dessa linha pioneira no segmento no mercado norte-americano. Town & Country fica no passado, substituído por Pacifica, que entre 2003 e 2008 foi usado em um meio-termo entre perua, minivan e utilitário esporte. Pouco mais curta que a antecessora, mas mais larga e alta, a Pacifica lembra sedãs recentes da Chrysler como o 200 e o Dodge Dart em suas linhas algo arredondadas, o oposto da retilínea Town & Country (equivalente à Dodge Caravan) de última geração.

 

 

Com nova plataforma, a Pacifica ficou pelo menos 135 kg mais leve que o modelo sucedido, com peso de 1.970 kg na versão de entrada. O interior de sete lugares traz sistema de entretenimento UConnect com tela de 8,4 pol, telas de vídeo para os passageiros da segunda fila, comando giratório para a transmissão, imagens de 360 graus ao redor do carro, controlador de distância à frente, assistente para estacionar e sistema de cancelamento ativo de ruídos. Tanto as portas laterais corrediças quanto o rebatimento dos bancos são motorizados.

Foram anunciadas duas opções de motores: o conhecido Pentastar V6 de 3,6 litros, com potência de 287 cv e torque de 36,2 m.kgf, e o mesmo com menor rendimento (248 cv e 32 m.kgf) associado a um elétrico em um sistema híbrido, inovação na categoria. A caixa de câmbio é automática de nove marchas e as rodas podem chegar a 20 pol.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação