Mini Countryman 2021: 4 versões de R$ 200 mil a R$ 300 mil


O Mini Countryman 2021 chega ao Brasil em quatro versões com estilo renovado. O modelo produzido em Born, nos Países Baixos, começa a ser vendido pelo grupo BMW em duas opções híbridas com recarga externa da bateria (Cooper S E All4 Exclusive, ao preço de R$ 235 mil, e Cooper S E All4 TOP, por R$ 265 mil) e duas apenas a gasolina (Cooper por R$ 200 mil e John Cooper Works All4 por R$ 300 mil).


As alterações visuais incluem grade dianteira, para-choques, faróis e lanternas. No interior foram adotados novo painel de instrumentos, revestimentos e central de áudio com tela de 8,8 polegadas. O pacote Mini Connected, de série em toda a linha, inclui assistente pessoal para reservas em restaurantes e hotéis e serviços remotos, como travamento e destravamento das portas, posição do veículo e acionamento do alarme.


O Mini Countryman tem 4,29 metros de comprimento e 2,67 entre eixos e acomoda 450 litros de bagagem (405 nos híbridos). As versões Countryman Cooper S E permitem rodar até 57 quilômetros no modo elétrico graças à bateria de íon-lítio de 9,6 kWh. O motor turbo de 1,5 litro e três cilindros a gasolina produz 136 cv e torque de 22,4 m.kgf, enquanto o elétrico rende 88 cv e 16,8 m.kgf. Combinados eles obtêm 224 cv e 39,3 m.kgf, o bastante para acelerar de 0 a 100 km/h em 6,8 segundos com máxima de 197 km/h. A transmissão é automática de seis marchas com tração integral.


No Countryman Cooper, o motor 1,5 turbo opera sozinho para 0-100 km/h em 9,7 segundos com máxima de 203 km/h. A versão usa transmissão automatizada de sete marchas com dupla embreagem. Por sua vez, o esportivo Countryman John Cooper Works (acima) usa motor turbo de 2,0 litros e quatro cilindros com 306 cv e 45,9 m.kgf, com tração integral e caixa automática de oito marchas, e pode cumprir o 0-100 em 5,1 segundos com máxima de 250 km/h.

Confira os principais equipamentos de cada versão:


• Countryman Cooper (R$ 200 mil) – Bancos dianteiros esportivos com ajustes elétricos e revestimento sintético, faróis de leds com facho direcional, central de áudio com tela de 8,8 pol, painel digital, navegador, rodas de alumínio de 17 pol,

• Countryman Cooper S E All4 Exclusive (R$ 235 mil) – Como o Cooper, mais rodas de 18 pol, abertura e fechamento elétricos da tampa traseira, câmera traseira de manobras, teto solar panorâmico, seletor de modos de condução (dois modos), tração integral.


• Countryman Cooper S E All4 Top (R$ 265 mil) – Como o Exclusive, mais rodas de 19 pol, revestimento em couro, alto-falantes Harman/Kardon, projeção de informações no para-brisa, volante esportivo, retrovisor interno fotocrômico.

• Countryman John Cooper Works All4 (R$ 300 mil) – Como o Exclusive, mais assistente de arrancada, rodas JCW de 19 pol, suspensão com controle eletrônico.

Texto da equipe – Fotos: divulgação