Mercedes GLE: estreia um concorrente ao BMW X6

Mercedes-Benz GLE 450 AMG 03

 

Depois de toda uma geração do BMW X6 (hoje na segunda), a rival Mercedes-Benz decidiu seguir seu caminho e fazer um “SUV cupê”, ou um enorme utilitário esporte em forma de hatchback de cinco portas (no nosso tempo, cupê era algo bem diferente), e o resultado foi um dos Mercedes mais estranhos da história da marca. O GLE Coupe, que segue o novo padrão de denominação adotado pela empresa, combina uma frente imponente a um perfil de cabine suave, que termina em uma traseira curta e baixa (note na foto de lado), desproporcional ao porte do carro, sua altura e seus pneus.

 

 

Ao menos o interior é agradável como o dos outros Mercedes atuais, com a habitual tela de 8 pol destacada no centro do painel (que pode atuar como complemento aos instrumentos, como na foto abaixo) e um comando tátil no console para se escrever com o dedo um número de telefone ou CEP para navegação. O banco traseiro leva três pessoas e o porta-malas chega a 1.650 litros de capacidade com o banco rebatido. O carro mede 4,90 metros de comprimento, 2 m de largura, 1,73 m de altura e 2,91 m entre eixos.

 

Mercedes-Benz GLE 450 AMG 08

 

Entre os recursos oferecidos para o interior estão toca-DVDs para seis discos, sistema de áudio Bang & Olufsen, monitor do risco de colisão com preparação do carro para o impacto, controlador da distância ao tráfego adiante com função para-anda, detector de pedestres na via, alertas para veículo em ponto cego e para mudança involuntária de faixa, assistente de estacionamento com câmeras que abrangem 360 graus e faróis de leds com facho adaptativo às condições.

O GLE estreia em três versões, todas com motor V6 de 3,0 litros. O GLE 350d 4Matic tem um turbodiesel com potência de 258 cv e torque de 63,4 m.kgf; o GLE 400 4Matic, um biturbo a gasolina com 333 cv e 49 m.kgf; e o GLE 450 AMG, o mesmo com 367 cv e 53 m.kgf. Todos usam câmbio automático de nove marchas e tração integral, que na versão AMG envia 60% do torque às rodas traseiras em vez de 50% como nas outras; as rodas variam de 20 a 22 pol, estas com pneus 285/40 na frente e 325/35 atrás para a versão AMG. Suspensão com molas pneumáticas e controle eletrônico está disponível. O sistema Dynamic Select permite ajustar o chassi entre os modos Comfort, Slippery (escorregadio), Sport, Sport+ e Individual (configurável).

 

GLE

 

GLE 450 AMG

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação