Mercedes GLC F-Cell soma hidrogênio e recarga elétrica

 

Depois das tecnologias de pilha a combustível (que obtém eletricidade do hidrogênio) e de sistemas elétricos com recarga em fonte externa (plug-in), a Mercedes-Benz decidiu somá-las em um mesmo carro. O GLC F-Cell, com produção marcada para o próximo ano, pode receber energia elétrica de uma tomada caso não se possa abastecer o tanque de hidrogênio, uma boa solução para ampliar as possibilidades de uso dos carros com pilha a combustível.

 

 

No utilitário esporte o sistema de propulsão fica no local habitual do motor a combustão. O GLC F-Cell tem tração apenas traseira e dois tanques de hidrogênio, com autonomia ao redor de 450 km (somados), cujo abastecimento leva apenas três minutos. Mais 50 km podem ser rodados com a eletricidade da bateria, ou seja, em uma região sem postos de hidrogênio ainda seria viável o uso urbano do carro. A Mercedes já oferece o Classe B com pilha a combustível mediante arrendamento (leasing) em alguns mercados desde 2010.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação