Mercedes EQS AMG: 600 cv no “Classe S elétrico”

 

A adoção de eletricidade pelos grandes sedãs não os afastará do alto desempenho que os motores a combustão oferecem hoje, como aponta o projeto de um EQS AMG pela Mercedes-Benz. Considerado o equivalente elétrico do Classe S (mas com desenho próprio), o EQS será lançado no próximo ano e deve ganhar em 2022 uma versão AMG com mais de 600 cv.

 

 

 

O grande Mercedes elétrico, previsto pelo conceito Vision EQS do Salão de Frankfurt de 2019 (fotos), vem competir com Tesla Model S, Porsche Taycan, o novo Jaguar XJ e a versão de mesmo tipo do próximo BMW Série 7. Ele será o quinto modelo dedicado à propulsão elétrica na marca, depois do utilitário esporte EQC, da minivan EQV (em breve à venda) e dos SUVs compactos EQA e EQB, ainda não lançados.

 

 

 

No interior do EQS, o destaque será o painel de vidro de 1,15 metro com uma série de mostradores digitais de alta definição. O modelo normal deve oferecer dois motores elétricos para obter 470 cv e torque de 77,4 m.kgf, mas a versão AMG terá ainda mais vigor: de acordo com a revista inglesa Autocar, seguirá a faixa de desempenho do atual AMG S63 com mais de 600 cv e 90 m.kgf. Com tração integral, a aceleração de 0 a 100 km/h deve ficar ao redor de 4 segundos. Como no Taycan, a bateria suporta carregamento rápido de 350 kW, para retomar 80% de sua capacidade em 20 minutos. O mesmo conjunto deve ser aplicado ao futuro Classe G elétrico, talvez chamado de EQG.

Texto da equipe – Fotos: divulgação