Mercedes Classe S atualiza estilo e ganha central maior

 

Depois que a largura viável das telas de central de áudio chegou ao limite, os fabricantes recorrem a formatos mais quadrados ou mesmo verticais. É o que acontece no novo Mercedes-Benz Classe S, a ser apresentado na quarta-feira (8), cuja central MBUX assume um formato próximo ao quadrado para poder abranger mais informações e funções.

 

 

Além de comandar sistemas de áudio e navegação e outros recursos usuais, a tela do sedã de topo da Mercedes (à parte a divisão Maybach) será usada para itens como ar-condicionado e até o desembaçador traseiro, a fim de eliminar a maior parte dos botões físicos do painel. O interior do Classe S recebe também novos instrumentos digitais e volante.

Por fora, o grande Mercedes recebe uma atualização sobre a geração W222, em linha desde 2015. Os faróis ganham perfil mais baixo e esportivo, a tomada de ar inferior liga um lado ao outro e a traseira muda em lanternas e para-choques. Na parte mecânica, sobre a qual a fábrica ainda não dá informações, a previsão é de crescer a oferta de versões híbridas para os motores de 3,0 a 6,0 litros e de seis a 12 cilindros — este restrito à Maybach, pois o S65 de 2019 foi o último V12 na divisão AMG.

Texto da equipe – Foto: divulgação