Mercedes-AMG GT 4-Door é anti-Panamera com 639 cv

 

Uma das grandes atrações de Genebra é o Mercedes-AMG GT 4-Door Coupé, um cinco-portas esportivo de cinco lugares que vem concorrer com o Porsche Panamera. Como o nome indica, a proposta é associar conforto à esportividade do cupê AMG GT. O desenho impressiona com a grade Panamericana (inspirada na do 300 SLR que correu tal prova no México nos anos 50) e o baixo perfil das janelas e lanternas traseiras. Os anexos aerodinâmicos ativos mudam de posição conforme a velocidade.

 

 

O GT 4-Door oferece três versões. O GT 53 4Matic+ tem motor turbo de 3,0 litros e seis cilindros em linha (a Mercedes está voltando a essa configuração, como no Classe S), potência de 435 cv e torque de 53 m.kgf, que ganham mais 22 cv e 25,5 m.kgf com o auxílio elétrico EQ Boost. Esse GT híbrido acelera de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos e alcança a velocidade de 285 km/h.

O outro motor, um V8 biturbo de 4,0 litros, equipa duas opções. No GT 63 4Matic+ são 585 cv e 81,6 m.kgf, para 0-100 em 3,4 segundos e máxima de 310 km/h. Se precisar de mais, assinale o GT 63 S 4Matic+, com 639 cv e 91,8 m.kgf, capaz de 0-100 em 3,2 s e máxima de 315 km/h. Toda a linha usa caixa automática de nove marchas e tração integral. As rodas traseiras também esterçam em pequeno ângulo e os freios podem ser de carbono-cerâmica. Há opção pelos pacotes Night (itens externos em preto), Chrome (com cromados) e Carbon-Fibre (detalhes de fibra de carbono).

 

GT 53 4Matic+

 

GT 63 S 4Matic+

Texto da equipe – Fotos: divulgação