Latin NCap divulga novo protocolo de testes de colisão


O Latin NCap anuncia um novo protocolo de avaliação dos testes de colisão dos veículos, pelo qual será divulgado amanhã (29) e o primeiro resultado. O órgão (cujo nome significa Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe) passa a avaliar os veículos em quatro áreas-chave: Proteção de Ocupante Adulto, Proteção de Ocupante Infantil, Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis das Estradas (VRU) e Sistemas de Assistência à Segurança.


Um bom desempenho será necessário nos quatro aspectos para obter uma alta classificação por estrelas. Baixo desempenho em apenas um aspecto significa um resultado baixo, mesmo que os outros três ofereçam bom desempenho.


Controle eletrônico de estabilidade (ESC), lembretes do uso de cintos de segurança dianteiros e traseiros, proteção de pedestres e proteção contra impactos laterais aumentaram sua importância no novo protocolo. O sistema de frenagem autônoma de emergência (AEB) e tecnologias preventivas, como detecção de veículo no ponto cego, assistente de permanência em faixa e detecção de borda de estrada, receberão pontos. No novo protocolo, é provável que esses modelos de carros sem ESC padrão e com pouca proteção para pedestres tenham uma classificação baixa de estrelas.

Nesta primeira etapa do protocolo, para obter um resultado de cinco estrelas, será necessário obter, pelo menos, uma pontuação de 75% na Proteção de Ocupantes Adultos, 80% em Proteção de Ocupantes Infantis, 50% em Proteção de Pedestres e VRU e 75% em sistemas de assistência à segurança. O Latin NCap aumentará a porcentagem de pontos necessários em cada aspecto ao longo dos anos para atingir os níveis de classificação por estrelas.

O novo protocolo dura até o fim de 2024. Os fabricantes de veículos estão cientes da alteração desde o início de 2017.

Texto da equipe – Fotos: divulgação