Lamborghini Sián: versão Roadster para o híbrido de 819 cv

 

O Lamborghini Sián aparece em versão Roadster, mas não adianta correr a uma concessionária: o novo conversível já teve vendidas as 19 unidades a serem produzidas, série bem mais limitada que a de 63 carros do modelo fechado. Curiosamente, o fabricante não informa sobre qualquer tipo de capota, sugerindo que ele esteja sempre aberto para o céu.

 

 

 

Como o Sián fechado, o Roadster baseia-se na arquitetura do Aventador, mas combina seu motor V12 aspirado de 6,5 litros a um supercapacitor e um motor elétrico de 34 cv em sistema de 48 volts. O sistema híbrido resulta em 819 cv (o V12 sozinho responde por 785 cv), permite reduções em consumo e emissões de CO2 e realiza manobras de baixa velocidade sem consumir gasolina. O supercapacitor foi escolhido pela marca por sua maior densidade de energia que em uma bateria convencional: segundo a Lamborghini, ele é três vezes mais potente que uma bateria de íons de lítio do mesmo peso. Além disso, pode ser recarregado por inteiro com uma só frenagem intensa mediante regeneração.

 

 

 

O Roadster é pouco menos rápido que seu irmão de teto fixo: acelera de 0 a 100 km/h em menos de 2,9 segundos, informa o fabricante, ante menos de 2,8 s do carro fechado. O nome Sián significa relâmpago em um dialeto bolonhês. De fato, ele veio e se foi como um raio.

Texto da equipe – Fotos: divulgação