Hummer está de volta como picape elétrica GMC de 1.000 cv


O Hummer está de volta, mas com nova marca e sem um V8 turbodiesel sob o capô. A divisão GMC de utilitários da General Motors retoma o nome, usado pelo veículo de origem militar entre 1992 e 2006, em uma grande picape elétrica com mais de 1.000 cv.


Solidez é o que não falta no desenho da GMC Hummer EV, com linhas retas, para-brisa mais à vertical que o comum hoje e grade dianteira (decorativa apenas) iluminada para formar um conjunto com os faróis de leds. A picape de cabine dupla tem a caçamba integrada à carroceria. O teto usa painéis removíveis para sensação de conversível e o vidro traseiro pode baixar.


Ainda mais retilíneo que a parte externa, o interior é dominado pela tela de 13,4 pol da central de áudio ao lado dos instrumentos em tela de 12,3 pol. A central serve também ao sistema Ultra Vision, com até 18 visualizações de câmera, incluindo algumas embaixo da carroceria para transposição de obstáculos. O sistema Super Cruise, cedido pela divisão Cadillac, permite condução semiautônoma sem as mãos no volante por mais de 320 mil km de rodovias compatíveis nos Estados Unidos e no Canadá.


A GMC não descuidou dos elementos fora de estrada. A Hummer tem pneus de 35 polegadas, com opção por 37, e suspensão com molas a ar que pode ser elevada em até 15 cm. O modelo pode atravessar trechos alagados com até 61 cm de profundidade. O sistema Crab Walk, ou andar de caranguejo, esterça as quatro rodas no mesmo sentido para que a picape ande de lado em baixa velocidade.


Dotada de três motores elétricos, a GMC Hummer obtém potência combinada de 1.000 hp ou 1.014 cv e torque de 1.591 m.kgf (medido nas rodas, ou seja, não cabe comparação com torques medidos em motores a combustão). A fábrica anuncia 0-96 km/h em 3 segundos e autonomia de mais de 560 km, com capacidade de recarga de até 350 kW. Se houver carregador compatível, 160 km de autonomia podem ser obtidos em 10 minutos.


A versão inicial da Hummer EV, chamada de First Edition, custa US$ 112.595 nos EUA e vem com detalhes em tom bronze. Em 2022 chega a versão EV 3X, com os três motores ajustados para 811 cv e menor autonomia (480 km) para reduzir o preço, e para 2023 está prevista a EV 2X, com dois motores para 634 cv e a mesma autonomia da 3X. Por fim, em 2024 haverá uma opção de entrada com a potência da 2X e menor autonomia (400 km).

Texto da equipe – Fotos: divulgação