Honda estende sistema flexível a CB 300 R e XRE 300

 

As motos de 300 cm³ da Honda, a CB 300 R e a XRE 300, são seus novos modelos a receber a tecnologia Flex, que permite o uso de gasolina ou álcool, puros ou misturados. Com mais de 2 milhões de motocicletas flexíveis produzidas, a Honda acumula agora seis modelos com tal recurso (os outros são Biz 125, CG 150 Fan, CG 150 Titan e NXR 150 Bros).

 

 

O sistema é coordenada por um módulo eletrônico interligado a sensores que monitoram o desempenho do motor e transmitem informações sobre a mistura usada. É recomendável que o tanque contenha um mínimo de 20% de gasolina para que se garanta a partida a frio. Além da alteração técnica, a CB 300 R ganhou defletor na lateral integrado à carenagem, localizado próximo ao tanque de combustível, e a XRE adota uma carenagem interna integrada com o para-lama principal, para proteção maior contra respingos. Ambas as motos trazem no painel uma nova luz indicadora, que acende se houver elevada concentração de álcool no tanque com temperatura ambiente abaixo de 15ºC.

No caso da CB, o motor flexível desenvolve potência de 26,5 cv e torque de 2,8 m.kgf com gasolina, enquanto produz 26,7 cv e 2,9 m.kgf  com álcool. Na XRE os valores são de 26,1 cv com gasolina e 26,3 cv com álcool, sempre com 2,8 m.kgf de torque. A CB Flex tem preços sugeridos de R$ 12 mil com freios convencionais e R$ 13.690 na versão C-ABS, com sistema antitravamento e acionamento combinado; a XRE custa R$ 13.290 (básica) e R$ 15 mil (C-ABS).

 

Fotos: divulgação