GTSR: com até 645 cv, HSV despede-se do Commodore

 

A Holden não faria a despedida de seus grandes carros de tração traseira sem uma edição especial da grife HSV, Holden Special Vehicles. Como parte do encerramento da produção australiana pela General Motors, volta ao mercado a série GTSR, composta pelos sedãs básico e W1 (derivados do Commodore, que um dia foi Omega no Brasil) e pela picape Maloo (baseada na Ute).

 

 

 

Partindo do pacote bastante esportivo que é padrão na HSV, a divisão redesenhou o para-choque dianteiro, alargou os para-lamas e aplicou rodas de 20 polegadas de alumínio forjado com pneus traseiros 295/30. Os GTSR vêm ainda com enormes freios AP Racing de 410 mm, suspensão com ajuste magneto-reológico, escapamento com dois níveis de ruído (ou música?) e bancos revestidos em camurça sintética.

Se o motor V8 de 6,2 litros com compressor impressiona com a potência de 592 cv no sedã básico e na Maloo, o que dizer dos 645 cv do W1, transmitidos pela caixa manual de seis marchas apenas às rodas traseiras? Uma acelerada mais forte e poderemos ver as nuvens de fumaça daqui do outro lado da Terra…

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação