Rolls-Royce Wraith, de 624 cv, faz até estrelas no céu

Rolls-Royce Wraith, de 624 cv, faz até estrelas no céu

 

Rolls-Royce Wraith, de 624 cv, faz até estrelas no céuUm cupê superluxuoso é o destaque da Rolls-Royce no Salão de Genebra. O Wraith (traduzível como fantasma, assim como Ghost e Phantom, que também são modelos da marca britânica) combina um perfil fastback mais suave que o habitual na marca, sem chegar a ser esportivo, a quatro bancos individuais e um vigoroso motor V12 de 6,6 litros com dois turbos, potência de 624 cv e torque de 81,6 m.kgf, o suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos. A máxima é limitada a 250 km/h.

 

 

Comparado ao Ghost, o Wraith tem 18 cm a menos no entre-eixos, mas usa bitolas mais largas e é 5 cm mais baixo. O interior não poupa esforços para impressionar, caso do revestimento de teto Starlight, que traz 1.340 pontos de luz de fibra ótica para simular um céu estrelado, do sistema de áudio de 1.300 watts com 18 alto-falantes ou da tela de 10,25 pol no painel.

Mas um Rolls não é sofisticado apenas pelo conforto. O Wraith tem requintes como o uso de GPS para prever as próximas atitudes do motorista (como ao identificar uma curva fechada à frente) e selecionar mais rápido a marcha ideal para aquela situação, sistema de visão noturna com mensagens de alerta para eventuais obstáculos ou pedestres, câmeras ao redor que simulam uma visão por cima do carro e frenagem automática em caso de colisão iminente. O carro traz câmbio automático de oito marchas.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação