Lamborghini homenageia fundador com o Centenario

 

Em Genebra o Lamborghini Centenario chega para comemorar os 100 anos do nascimento do fundador da marca, Ferruccio Lamborghini (28 de abril de 1916 a 20 de fevereiro de 1993). Apenas 20 cupês e 20 versões abertas (roadsters) serão produzidos e todos já foram vendidos, a um preço inicial de 1,75 milhão de Euros mais impostos.

Envolto por um imenso carbono brilhante está o motor V12 de aspiração natural que produz potência de 770 cv, mais 20 que no Aventador Superveloce. Os números de desempenho são de 2,8 segundos para cumprir a prova de 0 a 100 km/h e de 23,5 s para o 0-300 km/h, com velocidade máxima de mais de 350 km/h. Com tração permanente nas quatro rodas, o Centenario é capaz de executar uma frenagem de 100 a 0 km/h em apenas 30 metros e de 300 a 0 km/h em 290 metros. A estrutura em fibra de carbono permite um peso de 1.520 kg com a ótima relação peso/potência de 1,97 kg/cv.

 

 

O Centenario mede 4,924 m de comprimento e 1,143 m de altura. As linhas aerodinâmicas incluem uma traseira marcada pelos grandes defletores em prol de acentuada sustentação negativa em altas velocidades. Os pneus Pirelli PZero, exclusivos do modelo, são montados em rodas de 20 pol na dianteira e 21 pol na traseira. Seu aerofólio inclina-se em até 15 graus para agir no fluxo de ar.

O superesportivo conta com sistema de entretenimento com ampla conectividade, navegação na internet e, para quem quiser, duas câmeras destinadas a gravar os feitos de quem domar o bólido. Como um bom Lamborghini V12, as portas abrem-se ao estilo tesoura.

Salao de Genebra

 

Texto: Jonathan Machado – Fotos: divulgação