Nissan Juke, renovado, tem versão Nismo com 218 cv

Nissan Juke Nismo RS 01

 

Salão de GenebraO Nissan Juke quando surgiu pretendia criar uma nova categoria, a dos crossovers  compactos, e conseguiu sucesso apesar de toda a polêmica acerca de seu desenho. Agora a Nissan atualiza o carro com novo desenho na frente e traseira, motor 1,2-litro turbo, modificações no 1,6-litro aspirado, novo sistema de entretenimento e opção de um teto de vidro que pode ser aberto. Revisões permitiram que o espaço para bagagem aumentasse 40% na versão com tração apenas dianteira, totalizando agora 354 litros.

Na frente, as novidades estão nas luzes superiores com leds e nos faróis agora de xenônio. A grade adota a nova identidade visual da Nissan e o para-choque foi redesenhado. Os retrovisores podem receber câmeras para o monitor de vista externa. Na traseira, lanternas em formato de bumerangue também com leds. O interior traz console central colorido, que de acordo com o fabricante teve desenho inspirado em motocicletas. O navegador integrado com informações da Google permite previsão do tempo e receber instruções de destino direto do computador do proprietário. Nas versões mais sofisticadas, Acenta e Tekna, é disponível um seletor para escolha de três modos de condução.

 

 

Também surge remodelada a versão preparada de fábrica pela Nismo (Nissan Motorsport). A Juke Nismo RS, agora com maior potência (218 cv contra os 200 cv anteriores), oferece tração dianteira com diferencial autobloqueante e opção de tração nas quatro rodas, que usa vetorização de torque. Com câmbio CVT Xtronic, comandos atrás do volante permitem o controle das oito marchas “virtuais”. Revisados também foram os freios e a suspensão. Entre as opções do Nismo estão bancos Recaro especiais.

 

Fotos: Juke

 

Fotos: Juke Nismo RS

Texto: José Geraldo Fonseca – Fotos: divulgação