Ford revela novo Fiesta hatch feito em São Bernardo

 

A Ford fez a primeira apresentação do novo Fiesta brasileiro em um evento em São Bernardo do Campo, SP, onde o carro será fabricado em substituição ao modelo importado do México (apenas em versão hatch; o sedã permanece vindo de lá), com a cantora Claudia Leitte e a atriz Ísis Valverde. O carro das fotos é a versão de topo Titanium, que traz novidades como o motor Sigma TiVCT de 1,6 litro, com variação de tempo de válvulas, e caixa automatizada PowerShift de seis marchas e dupla embreagem.

 

 

Como o Best Cars vinha informando com fotos do carro em testes finais (veja aqui e aqui), o Fiesta hatch passa a ter três versões: S, SE e Titanium. As duas primeiras usam motor Sigma de 1,5 litro, inédito no Brasil, mas a SE recebe o 1,6 quando equipada com câmbio automatizado. Na Titanium o motor 1,6 é padrão, sendo oferecidas ambas as caixas. O interior do carro nacional foi simplificado em termos de materiais em relação ao do mexicano, mantendo suas formas, salvo por novos itens como o volante. O câmbio Powershift, igual ao do EcoSport, permite mudanças manuais por um botão no pomo da alavanca, sem comandos no volante.

 

 

Ainda não foram divulgados preços, mas a Ford deixa escapar a intenção de competir também no segmento hoje ocupado pelo Fiesta Rocam fabricado em Camaçari, BA, ou seja, pouco acima de R$ 30 mil. Como não está previsto motor de 1,0 litro por enquanto, o Fiesta teria de ser “enxugado” em conteúdo para obter preço competitivo ao de modelos dessa faixa. O Rocam não sai de produção por enquanto, mas é natural que ceda espaço à nova geração com o tempo, pois destoa da estratégia da Ford de oferecer apenas produtos globais no Brasil.

 

Fotos: divulgação