Ford Fusion: versão Flex de 2,5 litros por R$ 93 mil

Ford Fusion: versão Flex de 2,5 litros por R$ 93 mil

 

Depois da versão Titanium com motor turbo de 2,0 litros e 240 cv, a Ford lança no Brasil o Fusion de segunda geração com motor flexível de 2,5 litros. Oferecida apenas com tração dianteira, a opção de entrada tem preço sugerido de R$ 93 mil, ou R$ 20 mil abaixo da única versão disponível até agora. Teto solar acrescenta R$ 4 mil.

 

 

O motor Duratec de 16 válvulas, similar ao da nova Ranger, desenvolve potência de 167 cv com gasolina e 175 cv com álcool, com torque de 23,2 e 24,1 m.kgf, na mesma ordem. Foi mantido o câmbio automático de seis marchas, mas sem comandos de trocas manuais no volante (podem ser feitas por botão na alavanca). Outra alteração técnica está nos pneus de 17 pol, ante 18 do Titanium.

 

Ford Fusion: versão Flex de 2,5 litros por R$ 93 mil

 

Apesar de algumas simplificações, a Ford optou por oferecer um conjunto de equipamentos de série considerável. O Fusion Flex tem sistema de conectividade Sync com tela de 8 polegadas, navegador e comandos de voz; quadro de instrumentos com telas configuráveis, bancos dianteiros com ajuste elétrico (memórias para o motorista), ar-condicionado de duas zonas, oito bolsas infláveis (frontais, laterais, cortinas e para joelhos na frente), controle de estabilidade, câmera para auxiliar manobras e monitoramento de pressão dos pneus. O único opcional é o teto solar por R$ 4 mil.

A Ford começa também a vender a versao Titanium turbo com tração apenas dianteira e sem alguns dos itens de segurança, como o controle automático de distância à frente, e com teto solar opcional. Essa opção custa R$ 100 mil. Ainda no primeiro semestre chega o Fusion Hybrid, agora com motor de 2,0 litros associado ao elétrico e bateria de íon de lítio; a Ford anuncia que ele custará menos que o da geração anterior.

Leia a avaliação do Fusion Flex