Ford Fiesta 2018 muda, mas menos do que deveria

 

Já se sabia que o Ford Fiesta brasileiro teria apenas uma reestilização, ao contrário do europeu, que mudou de geração. Mesmo assim, o modelo 2018 pode decepcionar: as alterações de estilo foram pequenas e não veio a substituição da caixa automatizada de dupla embreagem por uma automática tradicional, como feito no Ecosport.

Em uma reforma contida, o Fiesta ganhou por fora apenas novo para-choque dianteiro com moldura angulosa na região dos faróis de neblina, outra grade e detalhes nas lanternas traseiras, que mantêm o formato. A versão Titanium traz leds na frente para luzes diurnas e nas lanternas traseiras. No interior, nada de novo painel ou de mudanças extensas: só foi acoplada a tela de 6,5 pol do sistema de áudio Sync 3, compatível com Android Auto e Apple Car Play, similar ao do Ecosport SE (o painel não previa espaço para a tela de 8 pol dos Ecosports superiores).

 

 

A Ford também reposicionou o motor Ecoboost turbo de 1,0 litro: antes restrito à versão de topo Titanium com o mais alto preço da linha, ele agora vem na opção SEL Style e custa menos que o Titanium aspirado de 1,6 litro, ambos com caixa de dupla embreagem. Pelas poucas mudanças o Fiesta ficou mais caro entre R$ 2.100 e R$ 5.600. Conheça as versões, equipamentos de série e os novos preços da linha, que chega às ruas em dezembro:

Fiesta SE 1,6 (manual): antes R$ 53.660, agora R$ 56.690. Equipamentos: alarme,  ar-condicionado, banco traseiro bipartido, computador de bordo, controle elétrico de vidros dianteiros, travas e retrovisores, direção assistida elétrica, faróis de neblina, fixações Isofix, sensor de estacionamento traseiro, sistema de áudio Sync com assistência de emergência.

• Fiesta SE Style 1,6 (manual): antes R$ 56.590, agora R$ 59.590. Como o SE, mais assistente de partida em rampa, controle eletrônico de estabilidade e tração e rodas de alumínio de 16 pol.

 

 

• Fiesta SE Style Plus 1,6 (manual): R$ 62.390. Como o SE Style, mais comando a distância para vidros, controle elétrico de vidros traseiros e sistema Sync 3 com tela de 6,5 pol.

• Fiesta SEL 1,6 (manual): antes R$ 58.590, agora R$ 61.090. Automatizado de dupla embreagem: antes R$ 59.790, agora R$ 65.390. Como o SE Plus, mais ar-condicionado automático. As rodas de alumínio são de 15 pol em vez de 16 pol.

• Fiesta SEL Style 1,0 Ecoboost (dupla embreagem): R$ 69.790. Como o SE Style, mais rodas de alumínio, grade e retrovisores em preto.

• Fiesta Titanium 1,6 (dupla embreagem): antes R$ 68.990, agora R$ 71.190. Como o SE Plus, mais ar-condicionado automático, bancos de couro (parcial), câmera traseira de manobras, leds nas lanternas traseiras e luzes diurnas de leds.

• Fiesta Titanium Plus 1,6 (dupla embreagem): antes R$ 73.090, agora R$ 75.190. Como o Titanium, mais bolsas infláveis laterais dianteiras, de cortina e de joelhos do motorista, chave presencial para acesso e partida, faróis e limpador de para-brisa automáticos e retrovisor interno fotocrômico.

Nada foi alterado nos motores. O de 1,6 litro obtém potência de 125 cv e torque de 15,8 m.kgf, com gasolina, e 128 cv e 16 m.kgf com álcool. O turbo de 1,0 litro com injeção direta, movido só a gasolina, produz 125 cv e 17,3 m.kgf.

O Best Cars dirige o Fiesta 2018 nesta sexta e traz suas impressões em breve.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação