Ford Bronco e Bronco Sport: os novos 4×4 em detalhes

 

O aguardado retorno do Ford Bronco para 2021 enfim se concretiza: a marca do oval anuncia o jipe voltado a competir com o Jeep Wrangler, o Bronco básico, ao lado da versão Sport, um SUV mais urbano. O desenho do Bronco (acima) faz uma válida interpretação moderna do original de 1965, caso dos faróis com leds circulares e da grade com o nome do modelo.

 

 

Apesar das linhas retas, o interior não abre mão de modernidade, como na central de áudio Sync 4 com tela de 12 pol (em opção à de 8 pol), que inclui navegador fora de estrada e imagens externas em 360 graus. Estão disponíveis sete opções de acabamento: básica, Big Bend, Black Diamond, Outer Banks, Wildtrak, Badlands e a série First Edition, limitada a 3.500 unidades. O pacote Sasquatch com recursos para fora de estrada pode ser aplicado a qualquer um deles, assim como muitas opções de personalização.

 

 

O novo Bronco não poupa soluções práticas para as aventuras e o lazer. As portas podem ter uma seção transparente, são facilmente removidas e podem ser levadas a bordo (até mesmo as quatro) em bolsas protetoras. Os retrovisores permanecem no lugar sem as portas. O modelo de duas portas tem capota rígida de três seções, também de fácil remoção, e o de quatro portas vem com teto de lona de quatro seções removíveis ou teto rígido. Suportes no painel facilitam acoplar um telefone ou câmera de ação.

 

 

O conjunto de funções Trail Toolbox, para uso fora de estrada em baixa velocidade, abrange o Trail Control (mantém velocidade constante de até 32 km/h, como em trilhas), o Trail Turn Assist (usa vetorização de torque para facilitar conversões fechadas) e o Trail One-Pedal Drive, para condução apenas com o acelerador. O seletor de modos de terreno oferece sete programas: Normal, Eco, Esporte, Escorregadio/Areia, Baja, Lama e Rock Crawl (para transpor rochas).

 

 

O novo Bronco usa chassi separado da carroceria, suspensão dianteira independente e traseira de eixo rígido. Ambos os eixos podem ter bloqueio eletrônico de diferencial, amortecedores Bilstein de longo curso e barra estabilizadora hidráulica, que permite desconexão para maior articulação da suspensão. Ele obtém índices de respeito para uso fora de estrada: vão livre do solo de 296 mm, profundidade máxima em água de 850 mm, ângulo de entrada de 29 graus e de saída de 37,2 graus. Os valores aplicam-se ao modelo com pneus opcionais de 35 polegadas de diâmetro.

A Ford previu duas opções de motor e dois sistemas de tração. Ambos são da linha Ecoboost a gasolina com turbo: de quatro cilindros e 2,3 litros, com 270 cv e torque de 42,8 m.kgf, e V6 de 2,7 litros com 310 cv e 55,3 m.kgf. A transmissão pode ser manual de sete marchas, apenas para o 2,3, ou automática de 10 marchas. Ambos os sistemas 4×4 incluem reduzida, mas o mais sofisticado inclui acionamento eletromecânico dessa função (em vez de eletrônico) e tração integral sob demanda.

 

 

Ainda sem tabela completa de preços, o novo Bronco tem valores a partir de US$ 30 mil nos Estados Unidos para o duas-portas de 2,3 litros. A produção começa no início do ano que vem com entregas no segundo trimestre.

 

 

O Bronco Sport

O Bronco Sport (fotos abaixo), por sua vez, é um modelo de quatro portas mais curto que o Bronco da mesma configuração, com 4 cm a menos entre eixos; mais urbano no desenho e por dentro e com estrutura monobloco. O interior oferece tela de 8 pol na central de áudio, mesa deslizante no porta-malas e opção de piso de borracha lavável. Na porta traseira, refletores de leds iluminam uma área de até 12 metros quadrados “porque na natureza não existem postes”, segundo a Ford.

 

 

O Sport oferece cinco níveis de acabamento: básico, Big Bend, Outer Banks, Badlands e First Edition (2.000 unidades). Esta edição é a mais sofisticada, com teto solar, bancos de couro, volante aquecido, sistema de áudio B&O e rodas de 17 pol com pneus de 29 pol para todo terreno. Também foi previsto o pacote Co-Pilot 360 com assistências de faixa, de faróis e de pontos cegos, controlador de distância, frenagem de emergência automática e câmera traseira como retrovisor.

Os motores do Bronco Sport são menores, também Ecoboost com turbo: de três cilindros e 1,5 litro, com 184 cv e 26,2 m.kgf, e de quatro cilindros e 2,0 litros com 248 cv e 38 m.kgf, ambos com transmissão automática de oito marchas. O seletor com sete programas está disponível, assim como o citado Trail Control, câmeras externas, bloqueio de diferencial e amortecedores especiais. A versão mais apropriada às trilhas tem vão livre do solo de 224 mm e pode rodar em 600 mm de água.

O Bronco Sport chega ao mercado antes do Bronco, ainda no fim de ano, com preços a partir de US$ 28.155 nos EUA.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação